no-style


TAXISTAS BLOQUEIAM AVENIDA FERNANDES LIMA APÓS MORTE DE COLEGA (VÍDEO)



Taxistas bloquearam na noite desta sexta-feira, 17, a Avenida Fernandes Lima, em protesto contra o assassinato de Leonardo Fonseca Leitão, 52 anos, conhecido como Léo, morto com um tiro na cabeça, no estacionamento de Jaraguá.




 O grupo fez um cordão humano para impedir a circulação de veículos nos dois sentidos da avenida. Durante o ato, os manifestantes gritaram por justiça.

Hoje a tarde houve um protesto tímido em frente ao local onde o taxista foi assassinado. No entanto, o grupo decidiu reunir um número maior de participantes e se concentrou em frente a Central de Flagrantes, onde está detida Suzielle Lima da Silva, de 20 anos, uma jovem suspeita de participação no assalto que resultou na morte do taxista. De acordo com a Polícia o comparsa da moça continua foragido.

Os taxistas conseguiram agendar uma reunião com o secretário de Segurança para a próxima segunda-feira, 17, onde vão cobrar ações efetivas de combate à violência. Casos de assaltos estão assustando a categoria, conforme o sindicato dos taxistas de Maceió.

As primeiras informações repassadas à imprensa dão conta que um casal teria chamado o táxi, no Centro de Maceió. Momentos mais tarde o jovem anunciou o assalto. Houve uma discussão entre a vítima e o criminoso e um disparo foi efetuado.  O tiro atingiu o taxista na cabeça, no momento em que passava pelo estacionamento de Jaraguá. A vítima não teve chance de reação e morreu dentro do táxi Spin branco, de placa QLC-9283.



Léo era taxista em Maceió


Crédito/ Arquivo pessoal
Por:Alagoas 24h


Postar um comentário

0 Comentários