no-style


CARDIOLOGISTA FAZ ALERTA APÓS MORTE DE 3 PMS POR INFARTO EM ALAGOAS

Imagem:Internet

Morte de 3 policiais por infarto chama atenção para mudanças de hábitos 



A morte de três integrantes da segurança pública alagoana – um delegado, um policial civil e outro militar – em decorrência de problemas cardíacos chama a atenção para a importância da mudança de hábitos alimentares, da adoção da prática de atividades físicas e da submissão a exames preventivos como estratégias para evitar o infarto do miocárdio, doença cujos casos caíram 48,70% nos últimos oito meses deste ano, em comparação com o mesmo período de 2017, no Hospital Geral do Estado (HGE)

. “Quem evita alimentos gordurosos ou com muito açúcar, quem pratica atividade física diariamente e quem não foge à prescrição médica, independentemente do estado atual de saúde, têm menos chances de sofrer infarto. Não significa que não vai ter, mas se tiver vida regrada, as chances são reduzidas”, avisa o cardiologista Alex Vieira, um dos 19 médicos do setor de urgência cardiológica do HGE, em Maceió.

Fonte:Gazetaweb

Postar um comentário

0 Comentários