no-style


EM 20 ANOS, TODOS OS GOVERNADORES ELEITOS DO RJ FORAM PRESOS POR CORRUPÇÃO

Governadores eleitos: todos foram presos por corrupção (Montagem/EXAME/Agência Brasil)


Antes de Pezão, Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho e Sérgio Cabral também foram detidos em operações policiais



São Paulo — A prisão do atual governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, na manhã desta quinta-feira (29), consolida uma tendência infeliz na política carioca.

Desde 1998, todos os quatro governadores eleitos para comandar o estado foram presos por corrupção. Antes de Pezão, Anthony Garotinho, Rosinha Garotinho e Sérgio Cabral também foram detidos em operações policiais.
O atual governador do Rio, no entanto, é o primeiro a ser preso exercendo seu mandato. Os outros políticos já haviam deixado o cargo quando condenados.

Além dos governadores, já foram detidos no Rio de Janeiro todos os presidentes da Assembleia Legislativa, de 1995 a 2017 — Sérgio Cabral, Jorge Picciani e Paulo Melodez.
Também foram presos dez dos 70 deputados estaduais, cinco dos seis Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado e o procurador-geral do Ministério Público carioca, Cláudio Lopes.
Pezão assumiu esquema de Cabral
Vice de Cabral em seu segundo mandato, em 2011, Pezão é acusado de ter assumido o esquema de seu antecessor.

A PGR investiga que ele recebeu pagamentos em espécie que totalizam o equivalente a 39 milhões de reais em valores atualizados.

Segundo Raquel Dodge, Pezão liderou o amplo esquema de corrupção o Estado após a prisão do ex-governador Sérgio Cabral. A PGR afirma ainda que ele continuou a cometer crimes apesar do andamentos das investigações.

Mesmo depois das prisões já feitas em relação aos que lideravam até recentemente esse esquema criminoso, houve uma nova liderança, e é nessa perspectiva que reponta a atuação do atual governador do Rio de Janeiro, que assume a liderança desse esquema e nele inclui novos atores, o que evidencia que houve uma sucessão com novos participantes sob uma nova liderança”, disse Dodge em entrevista coletiva nesta quinta-feira.

Foram presos no Rio de Janeiro:

- Todos os governadores eleitos de 1998 a 2014
- Todos os presidentes da Assembleia Legislativa de 1995 a 2017
- 10 dos 70 deputados estaduais
- 5 dos 6 conselheiros do Tribunal de Contas do Estado

- Procurador-geral do MP Estadual





Fonte: Exame abril

Postar um comentário

0 Comentários