31 MIL BANHISTAS FICAM FERIDOS POR ÁGUAS-VIVAS NO SUL


                        Água-viva caravela-portuguesa Foto: Reprodução/ Instagram
Casos de queimaduras foram registrados no litoral do RS


No litoral do Rio Grande do Sul, pelo menos 31 mil banhistas ficaram feridos em decorrência da presença de águas-vivas nas praias. As informações são do Corpo de Bombeiros local e referem-se aos últimos 20 dias.

No litoral do Rio Grande do Sul, pelo menos 31 mil banhistas ficaram feridos em decorrência da presença de águas-vivas nas praias. As informações são do Corpo de Bombeiros local e referem-se aos últimos 20 dias.

O grande número de casos de queimadura por causa de água-viva também foi registrado nos outros dois estados do Sul, Paraná e Santa Catarina. Nestes locais, apareceram as espécies conhecidas como caravelas-portuguesas, que são mais peçonhentas e podem causar queimaduras de até terceiro grau.

Especialistas explicam que as águas-vivas são carregadas pelo vento e podem ser vistas na superfície do mar. Pessoas afetadas por elas precisam tomar alguns cuidados, como lavar a área atingida com água do mar em abundância, evitando jogar água doce. O ideal, porém, é procurar atendimento médico.


Por: Pleno.News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)