CRUELDADE: CÃO ENTERRADO VIVO NA BARRA DE SÃO MIGUEL SEGUE INTERNADO EM ESTADO GRAVE





                          Ainda não há informações sobre possíveis autores do crime
 FOTO: REPRODUÇÃO/INSTAGRAM


Após ter sido enterrado vivo, um cachorro foi resgatado nesta terça-feira (8), na Barra de São Miguel, no Litoral Sul de Alagoas. O animal estava em um buraco, chorando e foi resgatado por moradores que passavam pelo local. O caso foi divulgado pelo Projeto Acolher através de uma publicação nas redes sociais.



Segundo informações divulgadas pela ONG, o Dogão, como foi batizado o animal, que é da raça Rottweiller, foi levado por um casal até uma clínica veterinária.

Na publicação, o Projeto Acolher informou que os veterinários suspeitam que o cachorro sofra de Cinomose - doença canina contagiosa e que pode levar à morte ou deixar o animal com diversas sequelas. O estado de saúde do Dogão é considerado gravíssimo. 

Os voluntários da ONG suspeitam que o animal tenha sido abandonado por ser idoso. As imagens do momento do resgate mostram Dogão sujo de terra e com uma corda amarrada em uma das patas. Não há informações sobre quanto tempo o cachorro teria ficado lá ou ainda quem seria o responsável por enterrar o animal vivo. 

De acordo com a comissão de bem-estar do animal da OAB, o caso está sendo considerado como crime de maus-tratos, já que houve uma tentativa de morte. Além disso, os autores devem responder por crime ambiental.

Diante da situação, a ONG está se mobilizando para arrecadar dinheiro para cuidar do cachorro. Quem deseja doar, pode realizar os depósitos em contas da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil e Bradesco. Confira:



CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Agência: 1557

Operação: 013

Conta: 88103-5

Naíne Teles Barreto De Lira

BANCO DO BRASIL

Agência: 3393-6

Variação: 51

Conta poupança: 43277-6

Lívio Rômulo Silva Oliveira

BRADESCO

Agência: 2250

Conta: 30102-7

Naíne Teles Barreto De Lira


Por:Gazetaweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)