HOMEM FURTA ARMA EM DELEGACIA, INVADE LOJA E MATA EX EM SHOPPING NA GRANDE FORTALEZA

Lidiane foi assassinada dentro de loja em shopping em Maracanaú, na Grande Fortaleza — Foto: Arquivo pessoal

Lidiane Gomes da Silva, 22 anos, era vendedora, e foi morta por Alighiery Silva de Oliveira, 25. A Polícia Civil investiga o caso.



Um homem que trabalhava como auxiliar administrativo do 24º Distrito Policial, na cidade de Pacatuba, Região Metropolitana de Fortaleza, furtou a arma de uma escrivã da unidade para matar a ex-namorada, na manhã desta terça-feira (15).

Alighiery Silva, de 25 anos, invadiu uma loja no North Shopping de Maracanaú e assassinou Lidiane Gomes da Silva, de 22 anos, enquanto ela trabalhava. Ele se matou em seguida, de acordo com a Polícia Civil.

Uma testemunha do crime afirmou ao G1 que ouviu "três, quatros" tiros sendo disparados contra Lidiane. Os disparos assustaram as pessoas que estavam no shopping, e alguns lojistas fecharam as portas.

"Me escondi dentro de uma loja, foram uns três, quatro tiros e muitas pessoas fecharam as lojas. Depois de um tempo é que a gente saiu. O que a gente sabe é que ela é funcionária de uma loja do shopping e veio um homem, a matou e depois se matou", disse a testemunha.

O shopping se manifestou por meio de nota informando que "acionou o mais rápido possível as autoridades competentes e que segue prestando todo o suporte necessário para o esclarecimento dos fatos. O estabelecimento transmite sua solidariedade aos familiares dos envolvidos e reforça que seguirá prestando todo o suporte necessário aos entes das vítimas".

Equipes da Polícia Militar do Ceará (PMCE), do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionados para o local e deram início aos primeiros levantamentos da investigação.

Por:G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)