VÍDEO MOSTRA MORADOR DE RUA SENDO AGREDIDO POR GUARDAS MUNICIPAIS EM MACEIÓ/AL ; CONFIRA




Um morador de rua que foi agredido por um guarda municipal de Maceió dentro da Casa de Passagem Familiar, no Centro. Imagens gravadas por uma testemunha e divulgadas neste sábado (19), mostram um guarda batendo com um cassetete no homem, enquanto outros dois observam.





As agressões aconteceram durante uma ocorrência na Casa de Passagem Familiar, que atende pessoas que vivem em situação de rua, no último sábado (12). Em nota, a Prefeitura de Maceió informou que a Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) acionou a Guarda Municipal para conter uma confusão provocada pelo casal que aparece no vídeo.

Nas imagens, um homem, que não teve a identidade divulgada, aparece bastante alterado, perguntando pela filha. Em seguida, ele briga com uma mulher, que seria a esposa dele, e chega a chutar o portão da entrada da unidade, ameaçando "quebrar tudo".

O homem repete várias vezes que quer a filha e uma mulher grita que não devolvam a criança. Logo após, três guardas chegam e rendem o morador. Eles mandam que ele vire para a parede e coloque as mãos para cima.

Os guardas o revistam, enquanto a mulher arruma algumas mochilas. O homem tenta falar com os guardas, mas um deles ordena que ele fique calado e com a cabeça abaixada. Então, o guarda bate com o cassetete nas costas do morador após ele ter baixado uma das mãos.

As agressões continuam no rosto, na nuca e diversas vezes nas costas. Um dos outros guardas que presenciava a cena, chega a gritar com a mulher, ele diz que ela tem apenas 10 minutos para arrumar as coisas e complementa "deixe de chororô. Pra tá na cama com ele abrindo as pernas você não chora". Uma criança acompanha tudo.

"A Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Convívio Social esclarece que não admite qualquer tipo de excesso durante as abordagens ou nas atividades cotidianas da Guarda Municipal. Diante das imagens, a Semscs determinou que a Inspetoria Geral e a Corregedoria da Guarda Municipal apurem o fato para tomar as providências cabíveis", informou a Prefeitura de Maceió.

Por:Blog Edson Alves

Postar um comentário

0 Comentários