TRUCULÊNCIA: FOI ENCONTRADO MORTO HOMEM AGREDIDO POR GUARDAS MUNICIPAIS DE BRANQUINHA, AL, DIZ POLÍCIA




Agressões foram filmadas e vídeo foi divulgado na internet. Polícia Civil investiga o caso.
O homem que aparece em um vídeo sendo agredido por guardas municipais da cidade de Branquinha, Zona da Mata de Alagoas, foi encontrado morto, segundo informou a Polícia Civil de Alagoas nesta quinta-feira (7). Delegados foram designados para investigar o caso.


A vítima era Wanderson Alves dos Santos, 18. O guardas envolvidos na ocorrência foram identificados como Jaelson Ferreira da Silva, 25, e Carlos Roberto da Silva, 29. Eles foram presos nesta tarde.

A polícia recebeu a gravação na quarta (6) e desde então o delegado da cidade, Sidney Tenório, começou a investigação. O delegado de União dos Palmares, Valter Nascimento, também vai trabalhar no caso.

O delegado afirma que o vídeo foi gravado no dia 28 de janeiro, e o homem apareceu morto no último domingo (3).

“Recebemos o vídeo e, de imediato, instauramos o inquérito policial. Já ouvimos oito pessoas e estivemos nos locais das agressões e desaparecimento. São fortes os indícios de que a vítima tenha sido executada com um disparo de arma de fogo na cabeça, mas ainda estamos aguardando o laudo do IML [Instituto Médico Legal]”, explicou o delegado.

Ao G1 o delegado afirmou que um outro vídeo chegou à polícia e que o homem já havia sido abordado diversas vezes por outros problemas na cidade.

"Eles foram acionados porque o homem estava atirando pedras na casa de um casal. Após isso, todos foram para a delegacia de União dos Palmares, mas os donos da casa desistiram de prestar queixa", conta o delegado.

"Os guardas levaram o casal em casa e disse que levaria o homem para dormir na sede do órgão. Depois disso, ele apareceu morto. Solicitamos o registro de liberação, mas não existe", conclui.

Por meio de nota, a prefeitura de Branquinha informou que os guardas foram afastados do cargo e que um procedimento administrativo foi aberto para apurar os fatos ocorridos (leia na íntegra abaixo).


Os guardas municipais envolvidos no caso devem ser ouvidos pelo delegado ainda nesta quinta.

O delegado informou ainda que vai cobrar explicações da Prefeitura de Branquinha e requerer que o Poder Executivo instaure sindicância interna, no âmbito da Guarda Municipal, para apurar a conduta dos dois agentes públicos.

Veja abaixo a íntegra da nota da prefeitura de Branquinha:

NOTA DE ESCLARECIMENTO

O Município de Branquinha vem através deste informar que, diante do vídeo veiculado em diversas redes sociais, como também em meio de imprensa escrita e falada, os servidores públicos que estão envolvidos no lamentável episódio já foram afastados do cargo, onde já houve a abertura de procedimento administrativo para apurar todos os fatos.

A atual gestão reforça que todos os atos administrativos praticados deverão sempre ser pautados na legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e eficiência, onde se coloca à disposição de toda a sociedade alagoana, como também dos órgãos de controle externo, para dirimir eventuais esclarecimentos que entenderem necessários.

Branquinha, 07 de fevereiro de 2019

VITOR VARALLO CORTE ZAGALLO LOBO

Secretário Municipal de Administração

Por:G1

Postar um comentário

0 Comentários