ESCÂNDALO! MÉDIUM TENTOU MATAR MULHER APÓS ESTUPRÁ-LA



Médium João de Deus Foto: Agência Brasil/Marcelo Camargo



Crime ocorreu em 1973. Vítima não quis revelar identidade



O médium João de Deus teria tentado matar uma mulher após estuprá-la, segundo informações do Fantástico, da Rede Globo.

A mulher responsável pela acusação preferiu não revelar a identidade. O crime aconteceu em 1973 .
A vítima, que na época era uma adolescente de 17 anos e estava acompanhando uma tia em uma consulta espiritual, foi levada pelo médium a uma área rural isolada, em Alexânia, no interior de Goiás, e estuprado ela debaixo de um viaduto. A então adolescente nunca tinha tido relações sexuais e estava com casamento marcado para dali a dois meses.

Após o abuso, a menina começou a ter uma hemorragia e foi aí que João de Deus teria tentado matá-la. Ele deu pedradas na cabeça dela, atirou três vezes contra a adolescente e a jogou em um rio.

A vítima contou que foi salva por um pescador. Ao voltar para Abadiânia, João de Deus mentiu dizendo que a adolescente tinha fugido para não casar. Ela acabou em um hospital e não deu detalhes para a família e nem para a polícia do que tinha acontecido. Traumatizada, a adolescente desmarcou o casamento e se mudou para o Nordeste.

Após as centenas de denúncias de abuso sexual contra o médium, a vítima tomou coragem para falar, mas João de Deus não responderá pelo crime porque este já prescreveu.


Por: Pleno News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)