SARGENTO SUSPEITO DE MATAR SOLDADO DA PM EM ARAPIRACA MORRE EM CONFRONTO COM A RP

Sargento Valterly Barbosa de Lima e soldado Ivanilton Leão de Farias — Foto: Reprodução/TV Gazeta


O policial militar suspeito de matar o soldado Ivanilton Leão de Farias, 44 anos, na noite dessa segunda, em Arapiraca, no Agreste, morreu em uma troca de tiros com equipes da Radiopatrulha, no Benedito Bentes, em Maceió, na manhã desta terça-feira (19). De acordo com a PM, o Bope não participou da ação, como havia sido divulgado pelo TNH1.




Valterly Barbosa de Lima deu entrada já morto no Hospital Geral do Estado, segundo informações confirmadas pela assessoria de comunicação da unidade de saúde.
O sargento teria matado o colega de farda em um bar, no bairro Brasília, em Arapiraca, e fugido para Maceió, onde foi localizado. Ele teria reagido, trocado tiros com as guarnições e acabou atingido e morreu.

Valterly era lotado na 1ª Companhia Independente, de São Miguel dos Campos, enquanto o soldado Farias pertencia ao 3° Batalhão da PM. De acordo com colegas de Farias, ele era um policial de conduta exemplar. Há a suspeita de que o autor do homicídio devia uma quantia em dinheiro à vítima.

O comandante-geral da PM, coronel Marcos Sampaio, lamentou o ocorrido. "[O Comando] não medirá esforços para a prisão dos autores desse crime, e se coloca à inteira disposição da família da vítima para o apoio que se fizer necessário. Ademais, presta condolências aos familiares e amigos em nome de todos que integram a Briosa Polícia Militar", informou em nota.

Por meio de nota, a corporação lamentou as mortes e informou que instaurou procedimentos administrativos para apurar as criscunstâncias dos crimes; confira o texto na íntegra:

"Nota à imprensa

A Polícia Militar de Alagoas lamenta com profundo pesar o falecimento do soldado Ivanilton Leão de Farias, de 44 anos, e do sargento Valterly Barbosa de Lima, de 47 anos.

O soldado Farias, que ingressou na Corporação em 28 de junho de 2010 e estava lotado no 3º BPM, foi vítima de um homicídio na noite dessa segunda-feira (18) no município de Arapiraca. Ele chegou a ser socorrido ao Hospital de Emergência do Agreste (HEA), mas não resistiu e faleceu na sala de cirurgia da unidade hospitalar. Um dos suspeitos de participação no crime é o sargento Valterly, que entrou na PM em 22 de fevereiro de 1991 e estava lotado na 1ª Companhia de Polícia Militar Independente (CPM/I), sediada em São Miguel dos Campos.

Depois do crime, o sargento se evadiu do local. No entanto, após diligências por vários municípios do Estado, o policial e um indivíduo foram encontrados no bairro do Benedito Bentes, na parte alta de Maceió, por equipes da PM na manhã desta terça-feira (19).

Com a aproximação das guarnições, o militar efetuou disparos de arma de fogo contra as guarnições, que precisaram responder a injusta agressão sofrida. Sargento Valterly ficou ferido na ação, foi socorrido ao Hospital Geral do Estado, no entanto, já chegou à unidade de saúde em óbito. O outro indivíduo foi detido e levado junto à Polícia Judiciária para a realização dos procedimentos cabíveis.

O comandante-geral, coronel Marcos Sampaio, lamenta o ocorrido e presta condolências aos familiares e amigos em nome de todos os que integram a Briosa Polícia Militar. Ao tempo que informa sobre a abertura de procedimentos administrativos para apurar os fatos".

Fonte/TNH1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)