SESSÃO DA CCJ É SUSPENSA APÓS GRITOS DE “DEPUTADO ARMADO” (VEJA VÍDEO)


Delegado Waldir aparece com coldre na cintura em sessão da CCJ Foto: Agência Brasil/Fabio Rodrigues Pozzebom
Delegado Waldir depois debochou dos opositores que iniciaram tumulto


Nesta terça-feira (9), a sessão da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) sobre a reforma da Previdência foi interrompida após tumulto. O alvoroço começou quando deputados da oposição começaram a gritar que o líder do PSL, Delegado Waldir (PSL-GO), estava armado dentro do espaço.

Portar arma em qualquer estabelecimento do Congresso Nacional é crime. Waldir ignorou os gritos revoltados e continuou conversando com o presidente da sessão, Felipe Francischini (PSL-PR), na mesa.

Após muita revolta, porém, Francischini decidiu suspender a sessão por 20 minutos. Durante esse período, o deputado acusado alfinetou os revoltados mostrando que estava apenas com um suporte para arma na cintura.

A jornalistas que acompanharam o caso, Waldir afirmou que estava armado “de um lápis, um óculos, uma caneta e o coração”. Ele também fez um “suspense” antes de mostrar o coldre vazio, em forma de provocação aos opositores.



Por:Pleno.News

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)