VEJA VÍDEO: TORCEDORES QUE CELEBRAVAM VITÓRIA DO CSA CRITICAM AÇÃO TRUCULENTA DE PMS



Bombas e sprays de pimenta foram lançados durante comemoração/Foto: cortesia à gazetaweb

Segundo as famílias, militares invadiram estabelecimentos e lançaram bombas, balas de borracha e spray de pimenta

Apesar da vitória do CSA sobre o CRB pela final do Campeonato Alagoano 2019, o clima ficou tenso na comemoração dos torcedores em ruas e estabelecimentos comerciais da antiga Avenida Amélia Rosa, na Jatiúca, na noite desse domingo (21). Muitos alegaram ter sido vítimas de ações truculentas por parte da Polícia Militar (PM), que chegou a atirar bombas de efeito moral e balas de borracha, além de jogar spray de pimenta nas pessoas que celebravam a vitória do azulão.

Imagens enviadas à Gazetaweb mostram diversos torcedores assustados com a suposta ação de policiais militares que desejavam conter a comemoração. Alguns foram flagrados limpando o rosto atingido por spray de pimenta.

"Nós estávamos curtindo a festa, bem tranquilos, sem briga, sem som. A gente estava cantando, quando a polícia chegou e queria que fôssemos embora e, do nada, os policiais começaram a jogar bombas. Muita gente passando mal. Isso não existe, eles [militares] destruíram nossa comemoração. Tem que ter respeito pela sociedade. Que polícia é essa?", relatou a estudante Letícia, de apenas 16 anos, que chegou a desmaiar com a ação policial. 

A empresária e torcedora Isala Mesquita também lamentou a situação. "Estávamos aqui e a polícia chegou, começou a jogar bombas no meio do restaurante, onde tinha muita gente. Queremos saber o motivo disso, porque não tem sentido".

"A polícia aqui de Alagoas é despreparada demais. Tinham cerca de 40 policiais que saíram dando tiro de forma desnecessária. Não tinha precisão disso. Jogaram bomba até em carro com criança. Por isso que digo que são totalmente despreparados, não sabem lidar com o ego. O policial militar correto vai ter vergonha dessa farda", disse, revoltado, o advogado Eduardo Moura.

O proprietário de um dos estabelecimentos atingidos, Pedro Tenório, relatou que muita gente entrou nas dependências do restaurante para se proteger. Ele disse ter sofrido um grande prejuízo, já que muitos clientes saíram sem pagar a conta, receosos por conta da suposta ação agressiva das guarnições.

"Foi um absurdo o que a polícia fez. Foi uma falta de preparo danado, porque havia crianças, mulheres. Todo mundo se reúne de forma tradicional e, mais uma vez, a polícia chegou para acabar com a festa, soltando bomba e outras coisas. Infelizmente, algumas condutas da polícia, a gente não entende", comentou o dono do restaurante.

CONFIRA, NA ÍNTEGRA, NOTA DA PM

Sobre a ocorrência na Avenida Dr. Antônio Gomes de Barros, na noite desse domingo (21), durante as comemorações da torcida do CSA após conquista do título do Campeonato Alagoano 2019, a Polícia Militar de Alagoas informa que agiu dentro da legalidade após ter sido agredida por alguns torcedores. Conforme foi registrado no Boletim de Ocorrência, foi solicitado que desligassem o som e houve revolta por parte de torcedores, que jogaram pedras, garrafas e outros objetos nos policiais, causando o tumulto. Foi necessário utilizar os meios necessários para dispersar, conter e resguardar os que estavam no local. A PM reitera o compromisso com o cumprimento do dever constitucional em defesa do povo alagoano e sempre agirá para manter a ordem pública.



Por:Gazeta Web

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)