VIGILANTE NOTURNO DE INHAPI-AL PRESO INJUSTAMENTE NO RIO GRANDE DO NORTE DIZ IRÁ PROCESSAR O ESTADO



Noé Lima da Silva foi acusado de integrar um grupo de extermínio, que lhe rendeu 09 (nove) dias detido por crimes que não cometeu. 


Foi posto em liberdade o inhapiense Noé Lima da Silva, preso sob a acusação de integrar um grupo de extermínio com atuação no Estado do Rio Grande do Norte onde o mesmo trabalhava de vigilante noturno.

A prisão ocorreu após uma denúncia anônima cujo alvo era um procurado da justiça que no momento da abordagem estava na companhia do vigilante inhapiense, que também foi levado para a prisão onde permaneceu por 09 (nove) dias detido por crimes que não cometeu.

Reconhecida sua inocência, Noé teve sua soltura decretada pelo Juiz de Direito Dr. Raniel Batista Pereira Filho, substituto da Comarca de São Paulo do Potengi, município localizado a 71 km de Natal capital do Rio Grande do Norte, que determinou a administração carcerária que o vigilante fosse colocado imediatamente em liberdade, uma vez que o mesmo não responde a nenhum processo penal e muito menos tem a seu desfavor nenhum mandado de prisão em aberto.

De volta à liberdade e ao convívio social e familiar, Noé, que ainda contou com um abaixo assinado por amigos e familiares reconhecendo sua conduta ilibada anexada ao pedido de soltura impetrado por seu advogado, afirma que irá processar o estado pelo constrangimento sofrido e a restrição ilegal da sua liberdade.



Por:Central do Sertão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)