no-style


VÍDEO MOSTRA POLICIAIS MILITARES AGREDINDO MULHER E INVADINDO RESIDÊNCIA EM SP


Imagens mostram policiais militares realizando abordagem truculenta em bairro do Pirituba/Jaraguá, na Zona Norte da cidade de São Paulo — Foto: Reprodução/Redes Sociais
Caso teria ocorrido na região do Jaraguá, na Zona Norte da capital. Quatro policiais já foram identificados, afastados e prestaram depoimento.

 Um novo vídeo que circula nas redes sociais mostra mais uma abordagem truculenta da Polícia Militar (PM) na cidade de São Paulo, dessa vez, no Jaraguá, Zona Norte da capital. Na confusão, uma mulher é agredida e uma casa é invadida pela polícia.
As imagens gravadas com câmera de celular por vizinhos mostram quando ao menos dois policiais já chegam batendo e acuando moradores na rua, contra os portões das casas. Uma mulher reage e leva um tapa na cara, além de ter o cabelo puxando por um policial.

VEJA VÍDEO Aqui:

Os vizinhos, que gravam a cena, gritam: "Ó, tá gravando! Ei, dessa forma não hein, não pode agredir mulher não, hein, vacilão. Tem criança deficiente na casa! Tá errado!".

Em seguida, os policiais invadem uma residência, onde, segundo relato dos moradores que gravam as imagens, espirram spray de pimenta.

Após uma das pessoas agredidas se identificar como soldado, o grupo de policiais deixa rapidamente o bairro em ao menos duas viaturas. Os moradores gritam que anotaram o número de uma das viatura, que seria 11497. As viaturas seriam do 49º BPM de Pirituba.

Em nota, a Polícia Militar informou que teve acesso ao vídeo e que, após análise das imagens, o comandante da unidade instaurou Inquérito Policial Militar para apurar os fatos.
Quatro policiais já foram identificados e prestaram depoimento. Eles foram afastados do serviço operacional durante o andamento das investigações.

Câmeras em uniformes


Após uma série de casos de truculência policial repercutirem nas redes sociais nos últimos dias, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou que os oficiais e sargentos da PM receberão um novo treinamento em julho. Posteriormente, os demais PMs, cabos e soldados também serão retreinados, totalizando todo o efetivo.

Além disso, o coronel Alvaro Camilo, secretário executivo da PM, anunciou que serão instaladas câmeras nos uniformes dos policiais militares em uma tentativa de diminuir os abusos cometidos pelos agentes que descumprem o protocolo de abordagem.

Outras denúncias


A Corregedoria da PM analisa ao menos outros cinco vídeos que circulam desde o dia 12 de junho nas redes sociais e que mostram casos de violência policial durante abordagens.
No domingo (21), um garoto de 19 anos desmaiou após ser duas vezes estrangulado por um policial militar durante uma abordagem em Carapicuíba, na região metropolitana de São Paulo. Vídeos gravados por moradores mostram um PM utilizando técnicas de estrangulamento até provocar o desmaio do jovem.

A Corregedoria da Polícia Militar de São Paulo também apura denúncias de agressões cometidas por ao menos três agentes na sexta-feira (19). Os policiais deram tiros de balas de borracha em dois vendedores ambulantes, ferindo um deles na boca e na virilha, e, o outro, no ombro. A ação ocorreu em um baile funk na Zona Sul da capital. Os rapazes, que são irmãos, estavam vendendo churrasco em frente da casa onde moram, no Jabaquara.

No dia 14 de junho, o adolescente Guilherme Silva Guedes, de 15 anos, foi encontrado morto em Diadema, na Grande São Paulo, com dois tiros na cabeça e marcas de agressão pelo corpo. Um sargento da PM está preso suspeito de ter participado do assassinato.

Por:G1



Postar um comentário

0 Comentários