no-style


EM VÍDEO, GOVERNADOR RENAN FILHO PEDE A ELEITORES PRA NÃO VOTAREM EM CANDIDATOS QUE AGLOMERAM PESSOAS NO SERTÃO DE ALAGOAS


“Candidato que aglomera pessoas nesse momento, não se preocupa com o cidadão”, disse o governador

Não fosse a pandemia e o atraso do calendário eleitoral, a campanha para os cargos eletivos no legislativo e executivo estaria a todo vapor a esta altura do ano. Mas, mesmo com o adiamento, alguns dos pré-candidatos ainda insistem em adiantar a chamada política do "corpo a corpo".

Com aproximação das eleições 2020, os pré-candidatos do sertão alagoano investem na pré-campanha realizando encontros e eventos com lideranças comunitárias, sindicais, esportivas, políticas, entres outros. Mesmo diante da pandemia do novo coronavírus (covid-19), muitos estão deixando de lado a necessidade de manter o distanciamento social para conquistar o eleitor.

Em vídeo, o governador de Alagoas Renan Filho ao ser informado que está acontecendo aglomerações no sertão do estado por pré-candidatos a prefeitos e vereadores, e questionado sobre qual vai ser o posicionamento do governo, ele    disse: “Procure eleitor, não votar em candidato que aglomera pessoas”

O governador ainda deixou claro que eleições é tema federal mas o governo cumprirá qualquer determinação da justiça no sentido de evitar aglomeração em campanha.

Alguns pré-candidatos tem desobedecido as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e de especialistas nacionais e internacionais para evitar aglomerações durante os seus encontros com a população. Uma vez que, mesmo munidos com álcool em gel e máscaras, o distanciamento social ainda é o único método efetivo de combate à contaminação, segundo autoridades.

A região sertaneja, não só de Alagoas mas de outros estados do nordeste, vem descumprido as orientações da OMS, e muitos flagrantes de aglomerações em campanha política circulam nas redes em vídeos e fotos. Nem a pandemia assusta as aglomerações políticas

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informa que a campanha eleitoral só começa no dia 27 de setembro, e que os pré-candidatos promoverem atos de campanha poderão receber punições prevista na legislação eleitoral. As denúncias devem ser comunicadas ao Cartório Eleitoral de cada município ou ao Ministério Público Eleitoral.

Veja as principais datas do calendário eleitoral 2020 no link: http://www.tse.jus.br

Registros de aglomerações em campanha politica pelo sertão nordestino:

Em Alagoas

                                                                     Em Tacaratu/PE

Redação Verdadelivre/Vídeos e foto/Redes Sociais


Postar um comentário

0 Comentários