POLÍCIA PRENDE SUSPEITO DE ENCOMENDAR MORTE DE PAI POR R$ 3 MIL EM JOAQUIM GOMES

 

Morte de José Nilton foi encomendada pelo próprio filho | Divulgação/Redes Sociais

 A Polícia Civil prendeu, nessa terça-feira, 02, três pessoas envolvidas no homicídio contra José Nilton da Silva, de 58 anos, no município de Joaquim Gomes. Um dos presos foi o próprio filho da vítima, que confessou ter oferecido dinheiro para criminosos para que eles assaltassem o pai. O crime planejado terminou com o assassinato a tiros de José Nilton.

 

Segundo informações a polícia, a morte foi esclarecida em menos de 24 horas, já que a vítima foi baleada por volta de 21h de segunda-feira. Apesar da captura do trio, a polícia ainda trabalha para localizar mais suspeitos do homicídio.

"Em depoimento, ele [o filho] confessou ter pago R$ 3 mil aos criminosos, que utilizaram um carro locado em Maceió, e que o objetivo não era assassinar o pai, mas sim assaltá-lo", afirmou o delegado Rubens Cerqueira.

Os presos foram encaminhados para a delegacia do município de Novo Lino, onde foram ouvidos e autuados pelo crime. Até o momento, a polícia não revelou o que o filho queria subtrair do próprio pai

As equipes da PC, da Delegacia Geral e do 110º Distrito Policial de Joaquim Gomes, e da 2ª Companhia Independente da Polícia Militar, continuam em diligências nesta quarta, 03, com o objetivo de encontrar e prender os outros envolvidos.

 

O crime

 

José Nilton da Silva, mais conhecido como "Gordo", foi assassinado num trecho da BR-101, em Joaquim Gomes, durante o assalto planejado pelo próprio filho, um jovem de 22 anos.

De acordo com as primeiras informações, os criminosos atiraram contra o homem porque acreditavam que ele ia pegar numa arma de fogo para reagir ao assalto.

 

TNH1 com informações da Ascom PC

Postar um comentário

0 Comentários