CORPO DE HOMEM QUE DESAPARECEU APÓS SUPOSTA ABORDAGEM DA PM É LOCALIZADO



Ele foi encontrado queimado em um canavial de Rio Largo, no último domingo, com garganta, dentes e dedos arrancados


Foi enterrado, nessa segunda-feira (31), o corpo de Edson Silva dos Santos, conhecido pelo apelido de Leôncio, que havia desaparecido na quarta-feira da semana passada e foi encontrado morto, com requintes de crueldade, no domingo (30), em um canavial na zona rural do município de Rio Largo. Os parentes dele dizem que o desaparecimento aconteceu após uma abordagem da Polícia Militar (PM).

Os relatos da família dão conta de que Edson foi abordado por policiais na casa onde morava, no bairro Santos Dumont, em Maceió. Uma revista teria sido feita na residência antes de ele ser levado, pelos militares, para, supostamente, assinar um documento.

Em vídeo gravado a partir de um aparelho celular e reproduzido pela TV Pajuçara, a viúva da vítima informou que o marido foi assassinado de maneira cruel. Segundo ela, os olhos, a garganta, os dentes e os dedos de Edson foram arrancados. O corpo estava carbonizado, quando foi encontrado por populares.

A mulher ainda revelou que foi mantida sob a mira de um revólver, enquanto o marido era abordado na residência. “Nem o último adeus eu pude dar a ele. Quanta crueldade. Ele tem família. Meu marido era um homem de bem. Era casado e tinha filhos. Vocês são uns monstros”, afirmou a viúva.

A Gazetaweb tenta contato com a assessoria de comunicação da Polícia Militar de Alagoas, para obter o posicionamento do Comando acerca da denúncia.

 

 

Thiago Gomes/Gazetaweb


Postar um comentário

0 Comentários