RAPAZ DEIXA FAMÍLIA EM AL PARA BUSCAR EMPREGO EM GO E MORRE DE COVID

Tio mostra foto do jovem alagoano que morreu de Covid em cidade de Goiás

Jamerson Lima, 29 anos, mudou-se sozinho para Porteirão; mãe viu o enterro dele por vídeo

 

Em dezembro do ano passado, o alagoano Jamerson Lima da Silva, de 29 anos, deixou a família em Maceió e partiu sozinho para a cidade de Porteirão, no Estado de Goiás, em busca de emprego. Quatro meses após ter conseguido um trabalho fixo, contraiu Covid e acabou falecendo no dia 21 de abril. Sem condições financeiras de viajar até o município goiano, a família teve de assistir ao enterro por meio de uma transmissão de vídeo.

A mãe de Jamerson, Elenaide Lima da Silva, contou ao site Metrópoles, que recebia notícias do filho pelo celular e que só viu o enterro porque um pastor da cidade filmou o sepultamento. “Infelizmente, eu não pude ir ver o meu filho. Ele deixou dois filhos pequenos, um de 9 anos e outra de 4. Ou eu dava assistência (financeira) às crianças ou eu ia para Porteirão”, diz Elenaide.

Jamerson chegou a ser transferido para um hospital de Goiânia e intubado. A prefeitura pagou os custos funerários e ele foi enterrado no cemitério de Porteirão. No túmulo, alguém escreveu à mão, no cimento, o nome dele e as datas respectivas de nascimento e morte.

Porteirão é a cidade brasileira com a maior quantidade de casos de Covid, em relação ao total da população. Cerca de 40% dos moradores já foram diagnosticados com a doença, desde o início da pandemia. Jamerson é uma das 22 pessoas que morreram no município, e o caso dele comoveu a comunidade local, devido à distância dos familiares.


Fábio Costa, com Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários