SUBCOMANDANTE DO CPC É EXONERADO DEPOIS DE POSTAR FOTOS COM PRESIDENTE JAIR BOLSONARO DURANTE VISITA A ALAGOAS

 

Subcomandante do CPC é exonerado depois de postar fotos com presidente Jair Bolsonaro em visita a Alagoas - Foto: Redes sociais

Oficial afirma que está sem função por ordem do governador de Alagoas Renan Filho (MDB), que tem feito oposição ao presidente


O tenente-coronel Marcos Vanderlei, subcomandante do Comando de Policiamento da Capital (CPC) foi exonerado do cargo, segundo ele, por publicar nas redes sociais fotos com o presidente Jair Bolsonaro durante visita dele a Alagoas, no mês passado. A informação foi divulgada no perfil do militar e apagada posteriormente. No texto, o oficial afirma que está sem função por ordem do governador de Alagoas, Renan Filho (MDB), que tem feito oposição ao presidente.

À Gazetaweb, o subcomandante confirmou a exoneração, mas optou por não falar sobre o assunto sem a autorização do comando da Polícia Militar (PM).

De acordo com as informações obtidas nas redes sociais, na ocasião da presença do presidente durante cumprimento de agenda em Alagoas, o tenente-coronel estava de serviço, fazendo a segurança de Jair Bolsonaro.

“Agradeço a todos os Comandantes das Unidades e Subunidades pela cooperação e compromisso durante estes quase 05 meses; agradeço aos meus Comandantes imediatos, os coronéis Do Valle e Luna, pela liderança firme, mas integrada com seus Staffs, proporcionando resultados bastante significativos na segurança pública”, disse o oficial.



Esse não é o primeiro caso envolvendo integrantes da segurança pública após manifestações de cunho político. Na semana passada, o Conselho Estadual de Segurança Pública de Alagoas (Conseg/AL) abriu uma Reclamação Disciplinar contra a tenente-coronel do Corpo de Bombeiros de Alagoas (CB/AL), Camila Paiva, por "possíveis transgressões disciplinares", para investigar a conduta da oficial, que participou de um ato contra o presidente.

 

"Fatos noticiados dão conta de que a Tenente-Coronel Camila Paiva, integrante do Corpo de Bombeiros Militar, participou de manifestações político-partidárias, bem como promoveu manifestação no interior do Colégio da Polícia Militar de Alagoas, portanto Organização Policial Militar, nascendo a necessidade de apuração de possível prática de transgressão disciplinar por parte da Tenente-Coronel, conforme previsto no Regulamento Disciplinar da Polícia Militar de Alagoas, Decreto nº 37.042/1996, Art. 32, incisos V, XVI e XLI, sem prejuízo de enquadramento em qualquer outra transgressão identificada no curso da apuração", diz trecho da decisão.

A oficial afirmou que seu posicionamento político no ato foi realizado como cidadã, e não, como integrante do CBM. Na avaliação da oficial, o governo peca em diversos aspectos e, não apenas, na pandemia. Ela pontuou ainda que, caso o governo tivesse priorizado a ciência e as vacinas, a realidade seria outra. Apesar de responder no Conseg, a militar continua exercendo as funções que já exercia na Secretaria de Segurança Pública (SSP).

A participação do ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, também foi alvo de críticas. O general participou, sem máscara, de um ato político, no Rio de Janeiro, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, também sem máscara, no dia 23 de maio. A participação aconteceu dias depois de o militar falar à CPI da Pandemia, no Senado. Políticos da oposição cobraram uma punição por parte do Exército, mas isso não aconteceu.

A reportagem entrou em contato com a assessoria da PM/AL, mas não obteve retorno até a publicação desta matéria.

Oficial postou fotos nas redes sociais com o presidente da República - Foto: Redes sociais

 Confira abaixo o texto postado pelo militar nas redes sociais:


O TC PMAL Marcos Vanderlei era sub Cmt do CPC, estava de serviço fazendo a segurança do presidente Bolsonaro. Ocasião da visita do Presidente a Maceió, quando recebeu um abraço do presidente. Publicou nas redes sociais e foi exonerado do cargo. Ficando o mesmo sem função por ordem do Governador do Estado de Alagoas. O oficial é considerado um bom oficial da nova geração, prestava um excelente serviço ao povo alagoano, especialmente a Maceió.

Na última sexta-feira (04.06.2021) chegou ao fim meu ciclo no Comando de Policiamento da Capital - CPC, setor que eu exercia a função de Subcomandante. A exoneração, segundo o Comandante Geral da Polícia Militar de Alagoas, ocorreu por determinação do Palácio Zumbi dos Palmares em face das minhas publicações nas redes sociais. Agradeço a todos os Comandantes das Unidades e Subunidades pela cooperação e compromisso durante estes quase 05 meses; agradeço aos meus Comandantes imediatos, os Coroneis Do Valle e Luna, pela liderança firme mas integrada com seus Staffs, proporcionando resultados bastantes significativos na segurança pública; agradeço ao Ex° Sr. Comandante Geral a confiança em ter me designado em 19.01.2021 para tal honraria, e exalto a lealdade em que tratou esse assunto comigo; agradeço ao Exº Sr. Secretário de Segurança Pública do Estado, Alfredo Gaspar, por suas palavras elogiosas e a confiança em mim depositada, das vezes em que fui instado a participar da mesa de situação, e finalizo deixando claro e inquestionável torcida pelo sucesso de todos que fazem a Segurança Pública do Estado de Alagoas.

 

TC Marcos Vanderlei.

 

Somos soldados leais.

 

 

Por/ Tatianne Brandão

Postar um comentário

0 Comentários