VEJA ITENS APREENDIDOS COM LÁZARO BARBOSA SEGUNDO A POLÍCIA: ARMAS, BISCOITO, REMÉDIOS E FACA

 

Itens apreendidos com Lázaro Barbosa, em Águas Lindas de Goiás — Foto: Reprodução\Polícia Militar

Criminoso estava há 20 dias fugindo de uma força-tarefa com mais de 270 agentes. Aos 32 anos, ele tinha uma extensa ficha criminal, fugiu três vezes da prisão e era acusado de diversos crimes.


 A polícia encontrou vários itens dentro da mochila de Lázaro Barbosa, que foi morto durante troca de tiros na manhã desta segunda-feira (28) depois de 20 dias fugindo de uma força-tarefa com mais de 270 agentes, em Águas Lindas de Goiás.

 

Aos 32 anos, ele tinha uma extensa ficha criminal, fugiu três vezes da prisão e era acusado de diversos crimes.

Consta no boletim de ocorrências que, entre os objetos estavam duas armas, biscoitos, remédios e uma faca.

 

Veja lista de itens

1 pistola;

1 revólver calibre 38;

Carregador de pistola;

Isqueiro;

R$ 4,4 mil em espécie

Gandola Camuflada;

Bala clava;

Luva de pano;

Fraco branco com óleo;

Vidro branco com antibiótico Amoxicilina;

Macarrão instantâneo;

Tempero pronto;

Cebola;

Biscoito;




Arma apreendida com Lázaro Barbosa, em Águas Lindas de Goiás — Foto: Reprodução\Polícia Militar

 

 

Confronto com a polícia


Após ser baleado, Lázaro foi levado por uma viatura do Corpo de Bombeiros para o Hospital Municipal Bom Jesus , mas morreu.

Por volta de 11h10, uma viatura do Instituto Médico Legal (IML) chegou aos fundos da unidade de saúde. O corpo dele foi levado para ser periciado em Goiânia e deve ser enterrado no cemitério de Cocalzinho.

O secretário comemorou o fim da operação: "Missão cumprida. Restabelecemos a paz e tranquilidade nessa comunidade de bem".

Ainda de acordo com Miranda, Lázaro atirou contra os policiais e foi baleado durante confronto.

"Ele descarregou uma pistola, possivelmente 380, em cima do policiais", afirmou.

Apesar da troca de tiros, nenhum policial ficou ferido.

Na entrevista após a morte de Lázaro, o secretário falou sobre o cerco ao fugitivo. De acordo com ele, os policiais viraram a madrugada procurando Lázaro, "até que hoje cedo finalizamos a ocorrência e com todos policias bem e o grande objetivo de não deixar ele machucar mais ninguém", afirmou.

 

 Buscas por 20 dias


Enquanto fugiu por 20 dias, Lázaro invadiu ao menos 11 fazendas, baleou moradores, dois policiais militares e um oficial da Força Aérea Brasileira (FAB).

 

Por Guilherme Rodrigues, G1 GO

Postar um comentário

0 Comentários