AL REGISTRA A 5ª MAIOR ALTA DO PAÍS EM LIGAÇÕES AO 190 PARA DENUNCIAR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA

FOTO: Marcos Santos/USP


Foram 11.036 ligações para o 190 da Polícia Militar de Alagoas (PMAL) para denunciar violência doméstica no ano passado; o número é 28% maior que o registrado em 2019, que foi de 8.620

 

Com média de 30 ligações por dia, mais de uma por hora, Alagoas registrou a 5ª maior alta do Brasil em 2020 no número de ligações para o 190 para denunciar violência doméstica. Foram 11.036 ligações para o 190 da Polícia Militar de Alagoas (PMAL) para denunciar violência doméstica no ano passado. O número é 28% maior que o registrado em 2019, que foi de 8.620.

Os dados constam no Anuário Brasileiro de Segurança Pública divulgado nesta quinta-feira (15) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP).A alta registrada em Alagoas está acima da registrada nacionalmente, que foi de 16,3%.

Outro dado que revela o cenário da violência doméstica em Alagoas é o número de medidas protetivas de urgência. Em plena pandemia, foram 950 medidas concedidas. O número é 28% maior que as 738 concedidas em 2019. Com isso, a taxa de medidas protetivas de urgências concedidas às mulheres alagoanas foi de 54,4 a cada 100 mil mulheres. Essa taxa também aumentou 28%, considerando que em 2019 era era de 42,5. Esta alta foi a 4ª maior do Brasil.

Os números da Segurança Pública mostram um cenário difícil para a mulher alagoana quando o assunto é violência. A mortes violentas que tiveram mulheres como vítimas aumentaram 10% em Alagoas, saindo de 88 em 2019 para 97.

 

Cenário Nacional


Os dados mostram que em 2020 foram efetuadas 694.131 ligações ao 190 para denunciar ocorrências de violência doméstica no Brasil. Ou seja, o país registrou mais de um chamado por minuto para denunciar violências cometidas contra mulheres em suas próprias casas.


Hebert Borges/Gazetaweb

Postar um comentário

0 Comentários