HOSPITAL REGIONAL DO ALTO SERTÃO MUDA PERFIL ASSISTENCIAL E PASSA A SER PORTA ABERTA PARA URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Foto/Vanny Lima

 

O Hospital Regional do Alto Sertão (HRAS) mudou o perfil assistência nesta sexta-feira (11). A unidade de saúde, instalada em Delmiro Gouveia, deixou de atender somente os casos de Covid-19 e passou a funcionar como porta aberta para urgência e emergência.

 

 A mudança do perfil assistencial do Hospital Regional do Alto Sertão se deu, sobretudo, em função da queda dos números da pandemia no Estado e da necessidade de se cumprir com o que fora estabelecido conceitualmente para o funcionamento do HRAS.

A unidade atende uma população de aproximadamente 161 mil pessoas, distribuída por sete municípios que integram a 10ª Região de Saúde: Delmiro Gouveia, Inhapi, Pariconha, Água Branca, Mata Grande, Olho D’Água do Casado e Piranhas.

O HRAS foi inaugurado pelo governador de Alagoas no dia 21 de junho do ano passado. Foram investidos cerca de R$ 35 milhões na construção do equipamento. Desde sua abertura, o Hospital Regional do Alto Sertão se consolidou como unidade de referência na região para atendimentos exclusivos de casos de Covid-19, disponibilizando 10 leitos de UTI e 50 leitos clínicos.

Agora, o HRAS passa a ser porta de entrada para os casos de urgência e emergência, com a realização de procedimentos especiais invasivos e de emergência de alta complexidade. A estrutura conta com Centro Cirúrgico com quatro salas para cirurgias de grande, médio e pequeno porte, além de uma sala exclusiva para partos cirúrgicos.

 Presente à solenidade, a prefeita de Delmiro Gouveia, Ziane Costa, falou da importância da mudança de perfil do HRAS para a região.

Por Secom Alagoas


Postar um comentário

0 Comentários