EMPRESÁRIOS DO RAMO AUTOMOBILÍSTICO ESTÃO ENTRE OS SUSPEITOS DO FURTO MILIONÁRIO AO APARTAMENTO DE CARLINHOS MAIA

 

Suspeitos foram presos em Campina Grande-PB - Foto: Reprodução

Um servente de pedreiro também foi preso; todos são naturais do estado da Paraíba


Dois empresários do ramo automobilístico foram presos pela Polícia Civil por envolvimento no furto milionário ao apartamento do influenciador digital Carlinhos Maia. Émerson de Holanda Lira, de 45 anos, e outro homem identificado apenas como Eliabe, trabalham com compra e venda de carros no estado da Paraíba, onde foram presos. Um servente de pedreiro também foi preso pelo crime.

“Estamos falando de um investigado primário, possuidor de bons antecedentes, empresário do ramo automobilístico, que não tem nenhuma mácula na sua trajetória. Não tivemos contato com ele até o momento”, afirmou o advogado de defesa de Émerson, Evanildo Nogueira.

Ele conta que não teve nenhum acesso aos autos e nem às provas e que a defesa foi pega de surpresa com a prisão preventiva.

O servente de pedreiro foi identificado como Wellington de Medeiros da Silva Morais, de 23 anos. Todos eles seriam naturais da cidade paraibana de Campina Grande. Segundo a defesa, nenhum material ilícito foi encontrado com os suspeitos durante o ato de prisão.

Materiais que teriam sido usados na ação criminosa foram apreendidos pela polícia - Foto: Tatianne Brandão


Gazetaweb


 

Postar um comentário

0 Comentários