EQUATORIAL ENTRA NA JUSTIÇA PARA EVITAR A REDUÇÃO DA CONTA DE LUZ EM ALAGOAS

Equatorial - Foto: Reprodução

 
A Equatorial Energia Alagoas, responsável pela distribuição de energia elétrica em todo o estado, entrou com ação na Justiça para evitar a revisão tarifária extraordinária de 2022, que reduz o valor das contas de energia elétrica de consumidores residenciais.

 

A revisão foi aprovada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na tarde desta terça-feira, 12. Inicialmente, 14 distribuidoras estavam sob análise da Aneel, porém quatro concessionárias tiveram a revisão adiada.

Além da Equatorial, a Light Serviços de Eletricidade foi à Justiça para suspender a redução da tarifa. Já as distribuidoras Energisa Mato Grosso do Sul (EMS), Energisa Mato Grosso (EMT), não tiveram os créditos habilitados pela receita federal. As outras dez distribuidoras terão que reduzir a tarifa a partir desta quarta-feira, 13.

No caso de distribuidoras cujos processos tarifários ainda não ocorreram em 2022, o colegiado da ANEEL informou que fará os devidos cálculos do impacto da devolução no momento do reajuste/revisão de cada empresa.

Os valores a serem devolvidos foram apurados e incluídos como componente financeiro nos processos tarifários das distribuidoras, nos termos da Lei n° 14.385/2022.

Até o momento, a assessoria de imprensa do órgão, não se pronunciou.

Já é Notícias /com agências

Postar um comentário

0 Comentários