SAÚDE: BRASIL TEM 8 MORTES E MAIS DE 1,5 MIL CASOS DE SARAMPO; DIZ MINISTÉRIO

Divulgação/Secretaria Estadual da Saúde do Rio de Janeiro
Oitava vítima é uma agente de saúde de 44 anos do Amazonas, primeira mulher adulta a morrer da doença este ano; país não atingiu meta vacinal





O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (5) que o país registra 8 mortes por sarampo – uma a mais que a semana anterior. Desde o início do ano até o momento, são 1.579 casos confirmados e 7.513 em investigação.

Entre as mortes, 4 ocorreram em Roraima, sendo três venezuelanos e um bebê yanomami brasileiro, e 4 no Amazonas, sendo três bebês brasileiros e uma agente de saúde de 44 anos.

O país registra surto da doença no Amazonas, que apresenta 1.232 casos confirmados e 7.439 em investigação, e em Roraima, com 301 casos confirmados e 74 suspeitos.

O Ministério afirma que, entre os casos confirmados em Roraima, 9 são pessoas que moram na Venezuela, mas foram atendidas no Brasil e estão recebendo tratamento.

Casos de sarampo foram registrados em outros Estados, mas são considerados isolados: São Paulo (2), Rio de Janeiro (18); Rio Grande do Sul (18); Rondônia (2), Pernambuco (4) e Pará (2).


A meta estabelecida pela campanha nacional de vacinação contra o sarampo e a poliemielite, realizada de 6 a 31 de agosto, de imunizar 95% das crianças entre 1 e 4 anos, foi atingida apenas por sete Estados. Por essa razão, os demais Estados e o Distrito Federal prorrogaram a campanha até o dia 14 de setembro.

Os Estados que alcançaram a meta são Amapá, Santa Catarina, Pernambuco, Rondônia, Espírito Santo, Sergipe e Maranhão. O Rio de Janeiro apresenta o menor índice de vacinação, seguido por Roraima, Pará, Piauí, Distrito Federal, Acre, Bahia, Rio Grande do Sul, São Paulo, Alagoas, Rio Grande do Norte e Amazonas.

A média de cobertura vacinal no país está em 88%.




Fonte:Noticias R7



Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)