no-style


VIOLÊNCIA: ALAGOAS TEM AO MENOS UM CASO DE VIOLÊNCIA SEXUAL DE MENORES A DADA DOIS DIAS



Fórum dos Conselheiros Tutelares alerta que registro de casos cresceu muito

 Os últimos casos de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes preocupam o Fórum dos Conselheiros Tutelares, que dispõe de estatística que contabiliza mais de 200 registros desse tipo de crime em Alagoas no ano de 2018. Isto dá uma média de um caso a cada dois dias.

"Acreditamos que os casos estão crescendo. Sei que esse problema está proliferando cada vez mais. Tivemos casos recentes em Messias e Rio Largo. Nesses últimos dias, aumentou muito. Vemos com muita preocupação porque são vidas que estão em jogo", declarou o presidente do Fórum dos Conselheiros Tutelares, José Edmilson de Souza.

Uma menina de apenas três anos está internada no Hospital Geral do Estado (HGE) há mais de um mês, após ter sido abusada sexualmente pelo próprio padrasto - segundo aponta a investigação policial. Ela tem sequelas e corre o risco de ficar tetraplégica. O suspeito, identificado como Cleiton Silva de Souza, teve a prisão decretada, mas encontra-se foragido.

"A menor A.J.M.V.S. (3 anos), continua internada na Pediatria do hospital, após sofrer um trauma cranioencefálico grave com sequelas neurológicas. Está aos cuidados da equipe multidisciplinar. Seu estado de saúde inspira cuidados", diz nota do HGE.

A Polícia Civil realizada diligências para localizar o suspeito, inclusive com o apoio do setor de inteligência da Secretaria de Segurança Pública de Alagoas (SSP/AL).

O laudo da Perícia Oficial aponta que o corpo e o rosto da criança apresentavam hematomas, além de lesões na mucosa interna do ânus e que há suspeita de que a menina possa ficar paraplégica em virtude das agressões.

Em setembro deste ano, uma menina de Arapiraca morreu em um hospital no interior do Pará, após ser vítima de estupro. Heloísa Vitória tinha 9 anos e morava com os pais no bairro Bom Sucesso. Jonatas de Jesus Silva e a mãe da criança, Márcia Lizandra da Silva, foram presos sob suspeita de envolvimento com a morte.

Por:gazetaweb

Postar um comentário

0 Comentários