QUEIROZ ATRIBUIU MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA A COMPRA E VENDA DE VEÍCULOS: "SOU UM CARA DE NEGÓCIOS"



Ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz concedeu entrevista ao SBT




O policial militar da reserva Fabrício Queiroz , ex-assessor do deputado estadual Flávio Bolsonaro , afirmou que sua movimentação financeira, considerada atípica pelo Conselho de Controle de Atividades Financeiras ( Coaf ), é fruto de compra e venda de veículos. A declaração foi dada em entrevista ao SBT .

— Eu sou um cara de negócios, eu faço dinheiro, compro, revendo, compro, revendo, compro carro, revendo carro, sempre fui assim, gosto muito de comprar carro de seguradora, na minha época lá atrás, comprava um carrinho, mandava arrumar, revendia, tenho uma segurança — afirmou.

Queiroz afirmou que seus rendimentos mensais giravam em torno de R$ 23 mil a R$ 24 mi. Cerca de R$ 10 mil" era do salário que recebia como assessor e o restante da remuneração como policial militar. Questionado sobre a origem do dinheiro movimentado em sua conta, Queiroz disse que iria esclarecer ao Ministério Público. O advogado de Queiroz disse que ele recebeu R$600 mil ao longo de um ano.

— Ele recebeu aproxidamente R$ 600 mil ao longo do ano. Então esse movimento de depósito e saque fez com que dobrasse esse valor. Então, se você tirar uma fotografia disso realmente dá um valor muito alto, mas quando você vai olhar o filme vê que aquilo ali não faz sentido — afirmou.

Ao ser questionado se parte do valor teria sido repassado ao deputado estadual Flávio Bolsonaro, Queiroz nega e diz: “Não sou laranja”.

— No nosso gabinete, a palavra é: não se fala em dinheiro, não se dá dinheiro. É proibido falar em dinheiro no gabinete. Isso é uma covardia! — afirmou.
O ex-assessor afirmou que vai esclarecer os repasses ao MP. Ao ser questionado porque a filha não dá expediente no gabinete, Queiroz diz que não há espaço no gabinete.

— Na Alerj não tem como ficar. Além do nosso gabinete ser muito frequentado, não tem espaço para todos os funcionarios. A minha filha, se eu não me engano, sempre cuidou da mídia do deputado. Ela tem o laptozinho dela. Ela cuidava da mídia. Ela vai dar as explicações dela — afirmou.

Fonte: O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)