AGENTES DENUNCIAM SUPOSTA INDÚSTRIA DE MULTAS COM A FINALIDADE DE PENALIZAR CONDUTORES NO AGRESTE



 
Adicionar legenda
Um grupo de agentes de trânsito denunciou, na ultimo dia, (30), em Arapiraca, um suposto esquema de aplicação de multas ilegais, com a finalidade de penalizar condutores de veículos e gerar receita financeira para os cofres da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT) na segunda maior cidade de Alagoas.


Com o apoio do sindicato da categoria, os agentes resolveram cruzar os braços e protestar defronte da sede do órgão.

O grupo alegou que há na SMTT uma cota de multas diárias a ser cumprida, e o agente que não seguir a determinação estaria sendo perseguido e sofrendo represálias com um tratamento diferenciado por parte dos chefes e superiores.

Um agente de trânsito, que pediu para não ter o nome revelado, disse que o grupo que aplica as multas tem regalias, a exemplo de gratificações e folga de um dia na semana.

Ainda de acordo com a fonte, o esquema seria responsável pela aplicação diária de 30 a 40 multas com valores diferenciados, e dentre as infrações com valores mais baixos estão a falta do uso de cinto de segurança e avançar o sinal vermelho do semáforo (R$ 130,16).

O agente também denunciou que as escalas diárias seguem a orientação para beneficiar o suposto esquema. Além disso, 17 profissionais estariam com plantões diários no setor administrativo do órgão e apenas 13 agentes fazendo o trabalho nas ruas da cidade.

Os profissionais também alegaram defasagem salarial e cobram melhores condições de trabalho e a atualização do Plano de Cargos e Salários para a categoria.

Por conta da repercussão acerca das graves denúncias, o superintendente da SMTT de Arapiraca, coronel Jodelmir Pereira de Souza, se reuniu com representantes do sindicato da categoria e, após encontro, emitiu uma nota à imprensa.

Ele disse que não existe no órgão municipal cota de autuações por parte da gestão.

“Em nenhum momento fazemos esse tipo de cobrança de cota de multas, o que cobramos é o preenchimento correto das autuações, a abordagem do infrator, apresentação pessoal, pontualidade, entre outros deveres, de acordo com as normas regulamentares”, destacou Jodelmir de Souza.

Acerca das escalas de serviço dos agentes de trânsito, o superintendente afirmou que o cumprimento obedece a uma escala diferenciada nos primeiros dias do mês de fevereiro, por conta de eventos na cidade, como encerramento da Festa da Padroeira, a realização do carnaval fora de época de Arapiraca, o Folia de Rua, e até os dias do Carnaval, que este ano ocorrerá no mês de março.

“Essa nova escala foi apresentada aos agentes na terça-feira (29), e ela mereceu na nossa análise uma modificação em jornadas de trabalho e isso será resolvido com todos eles”, explicou o superintendente da SMTT de Arapiraca.

Por: Repórter Maceió



Postar um comentário

0 Comentários