"TRISAL": HÁ UM ANO JUNTOS, HOMENS CONTAM COMO VIVEM O NAMORO A TRÊS: 'ESPONTÂNEO E NATURAL'

Homens de Rio Claro (SP) vivem um relacionamento a três há um ano — Foto: Arquivo pessoal

No Dia dos Namorados, o ‘trisal’ de Rio Claro (SP) conversou com o G1 sobre como se apaixonaram e como é dividir a casa e todas as emoções do relacionamento fora do padrão.



Oficializar a união e formar uma família em Rio Claro (SP). Esse é o desejo em comum de Alan, Cristhian e Rodrigo, que nesta quarta-feira (12), Dia dos Namorados, completam um ano como um 'trisal', termo que remete ao relacionamento a três, também conhecido como poliamor.

“Decidimos deixar as coisas fluírem e foi tão espontâneo e natural que quando percebemos já estávamos morando juntos”, contou um dos namorados Rodrigo Farias.

História de amor

A história de amor entre eles começou quando o arquiteto Cristhian Carpiné e o fotógrafo Rodrigo Farias, que já namoravam há 4 anos, se apaixonaram pelo bailarino Alan Ribeiro.

Eles estavam em um relacionamento aberto há algum tempo e costumavam conhecer outros homens, até que viram Alan pela primeira vez no bar em que ele trabalhava.
Nós ficamos loucos. Foram semanas investindo e tentando puxar assunto pela internet. Nas festas juninas enviamos correio elegante. Começamos a conversar mesmo por conta de uma música que o Cris compartilhou e ele gostou”, disse Rodrigo.

A música em questão era Bixinho, de Duda Beat, em que ela se declara para um amor que nunca havia conhecido antes. Na tentativa de conquistar seu coração, Rodrigo pediu que a cantora e compositora dedicasse um trecho da canção para Alan no Instagram. Ela atendeu ao pedido e, no Dia dos Namorados do ano passado, os três estavam oficialmente namorando.
Trisal e a cantora Duda Beat, compositora da música que representa o começo do namoro — Foto: Arquivo pessoal

 “No início foi muito confuso pra nós três, principalmente para o Alan, que foi um pouco mais resistente por já existir uma relação entre eu e o Cris. Era algo completamente novo e fomos aos poucos aprendendo a lidar com os sentimentos”, disse.

No círculo de amigos do ‘trisal’, existem vários outros casais com diferentes formas de relacionamento, mas nenhum como eles. Eles contam que assumir o namoro para os amigos foi tranquilo, pois todos acompanharam a história e perceberam como os dois haviam se apaixonado pelo bailarino.

Já com a família, principalmente a do Cristhian, o tempo e o diálogo foram necessários. Depois de meses difíceis de resistência, a conversa levou os familiares à aceitação e, hoje, eles vão até a almoços em família. “A sobrinha do Alan, por exemplo, acha o máximo ter três tios”, contou.

'Acredito que clareza e diálogo seja essencial em qualquer relacionamento', disse Rodrigo sobre o namoro — Foto: Arquivo pessoal


Por:G1


Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)