no-style


CASOS DE CORONAVÍRUS NO BRASIL EM 23 DE MARÇO; CONFIRA DADOS ATUALIZADOS



Secretarias estaduais de Saúde contabilizam 1.620 infectados em todos os estados do Brasil. Último balanço oficial do Ministério da Saúde aponta 1.546. Foram registrados 25 mortos no país, 22 deles no estado de SP.


As secretarias estaduais de Saúde divulgaram, até 8h desta segunda-feira (23), 1.620 casos confirmados de novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil em 26 estados e no Distrito Federal. São 25 mortes no Brasil, três no Rio de Janeiro e 22 em São Paulo.

Nesta segunda, o Rio Grande do Norte chegou a 13 confirmados, e a Paraíba registrou o segundo caso. No fim da noite de domingo (22), o Rio Grande do Sul alcançou 85 casos, e o Distrito Federal confirmou mais três infectados, e contabiliza 134 pessoas com coronavírus até o momento.

O Ministério da Saúde atualizou os números na tarde deste domingo (22), informando que o Brasil tem um total de 1.546 casos confirmados de coronavírus e 25 mortes.

Confira o balanço das secretarias de Saúde:

Casos confirmados do novo coronavírus no Brasil

Estado           Secretarias da Saúde        Ministério da Saúde
AC      11       11
AL       7          7
AP      1          1
AM      26       26
BA      55       49
CE      125     112
DF      134     117
ES      26       26
GO      21       21
MA      2          2
MT      2          2
MS      21       21
MG      83       83
PA      4          4
PB      2          1
PR      54       50
PE      37       37
PI        6          4
RJ       186     186
RN      13       9
RS      85       72
RO      3          3
RR      2          2
SC      68       57
SP      631     631
SE      10       10
TO       5          2
Total   1620   1546

Fonte: Secretarias estaduais da Saúde e Ministério da Saúde


Transmissão comunitária

O Ministério da Saúde declarou que todo o território nacional está sob o status de transmissão comunitária do coronavírus Sars-Cov-2, responsável pela pandemia da doença Covid-19. O status foi publicado em portaria na noite desta sexta-feira (20).

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, já tinha anunciado nesta tarde que a medida seria tomada em breve para facilitar ações do governo. O ministro sinalizou também que a previsão é que os casos da doença disparem em abril e o sistema de saúde deve entrar em colapso.

Por:G1

Postar um comentário

0 Comentários