no-style


URGENTE: PAULO AFONSO TEM UM CASO DE INVESTIGAÇÃO PARA CORONAVÍRUS (COVID- 19)




A Secretaria Municipal de Saúde informa que uma pessoa está em fase de investigação para o novo Coronavírus (Covid-19) em Paulo Afonso. Trata-se de uma mulher de 23 anos, que já está sendo monitorada pela equipe de Vigilância Sanitária Municipal.



A paciente relatou histórico de contato com uma pessoa que esteve na Itália, país com transmissão local do Covid-19. Diante do quadro apresentado, a Secretaria Municipal de Saúde manteve a mesma na ala de isolamento preparada no Hospital Municipal de Paulo Afonso (HMPA), localizado no BTN.

Equipe do Laboratório Central (Lacen), de Paulo Afonso, já coletou material para o exame de detecção da doença e encaminhou para Salvador, onde emitirá resultado nas próximas 48 horas. A paciente e sua família foram orientadas a quarentena domiciliar, que deverá ser de 16 dias, como prevê as medidas da Organização Mundial de Saúde (OMS), e ficarão sendo monitoradas pela vigilância e a Atenção Básica.

De acordo com o secretário de Saúde, Ghiarone Garibalde, todas as medidas necessárias estão sendo tomadas, inclusive seguindo os protocolos da OMS para Covid-19. “Ainda estamos investigando essa paciente, tendo em vista seu quadro e o contato com uma pessoa infectada que esteve na Itália recentemente. Ainda não temos nada confirmado e estaremos com a equipe de plantão para que possamos passar para a população a informação verídica, sem que haja especulações ou interferências que causem algum pânico na comunidade”, diz o secretário.

Ele reforça que desde as suspeitas dos casos na Bahia, a Secretaria Municipal de Saúde vem tomando as providências necessárias, com alerta da população para os cuidados e prevenção, além de orientação caso haja suspeita de algum caso. O secretário explicou ainda que mobilizou uma ala no HMPA para o isolamento e tratamento dos pacientes e no Hospital Nair Alves de Souza (HNAS), um local está sendo preparado para o mesmo fim.

Ghiarone explica que dos municípios da região, Paulo Afonso é o único que possui plano de contingenciamento. “O plano prevê medidas para os fluxos de notificação, monitoramento de casos suspeitos, o atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (Ubs) e os possíveis encaminhamentos para os hospitais de referência”, enfatiza.

Entre as medidas previstas no plano está a suspensão, durante cinco dias, das cirurgias eletivas, aquelas que não necessitam de urgência, tanto no HMPA como no HNAS. A ação deverá ser realizada a partir desta segunda-feira (16). Neste período, nas unidades hospitalares, estarão em atendimento as situações de urgência e emergência.

Garibalde ressalta que a utilização do álcool gel nos lugares de grande fluxo de pessoas também é uma medida necessária para evitar o contágio e que a Secretaria de Saúde já está adquirindo o produto para distribuir por todos os setores da Prefeitura, tendo em vista que são departamentos onde circulam centenas de pessoas diariamente.


 Procedimentos

 Para as pessoas que apresentarem algum sintoma da doença, como tosse, febre alta e falta de ar, ou as assintomáticas que tiveram contato com alguma pessoa infectada pelo vírus, deverão procurar os postos de saúde da Atenção Básica, de segunda a sexta-feira, no horário das 7h às 17h. Nos fins de semana, deverão se dirigir ao Centro de Especialidades Médicas, que estarão em regime especial de atendimento, tanto do Centro, localizado em frente a Bobs, como no BTN, das 8h às 17h.

Nos horários em que não tenham atendimento nem nos postos nem nos Centros de Especialidades, a população deverá procurar o HNAS, no Centro, ou HMPA, no BTN.

 Diante da pandemia do Covid-19, classificada pela OMS, a Secretaria Municipal de Saúde evidencia que os números são dinâmicos e, na medida em que as investigações clínicas e epidemiológicas avançam, os casos são reavaliados, sendo passíveis de reenquadramento na sua classificação. Um novo boletim, com dados atualizados, será divulgado sempre às 17 horas de cada dia para que a população possa acompanhar o desenrolar dos casos.

A SMS realça que o mais importante neste momento é a precaução, com lavagem das mãos, uso do álcool gel, evitar grandes aglomerações de pessoas, evitar o compartilhamento de objetos de uso pessoal como copos e talheres e, acima de tudo, não disseminar o caos e nem as fakes news sobre a doença. “Estamos passando por um momento bem delicado, que exige cautela e, especialmente o bom senso de todos. Que as pessoas evitem disseminar notícias falsas sobre a doença e que caso alguém tenha alguma dúvida, procure a Vigilância Sanitária”, diz o secretário. O telefone da Vigilância é (75) 3281-0802.

Por:PA4

Postar um comentário

0 Comentários