GRAVE ACIDENTE ENTRE ÔNIBUS E CAMINHÃO PROVOCA 41 MORTES EM SP [VÍDEO]

Acidente entre ônibus e caminhão deixou dezenas de mortos em rodovia de Taguaí (SP) — Foto: Reprodução/TV TEM


Segundo a Defesa Civil do estado de São Paulo, 40 das 49 pessoas que estavam no ônibus morreram. O motorista do caminhão também não resistiu.

Um acidente envolvendo um ônibus e um caminhão provocou uma tragédia no interior de São Paulo.

 O cenário era de destruição. Corpos espalhados na pista e, também, presos nas ferragens. O acidente foi por volta das 6h30. O ônibus transportava trabalhadores de Itaí até uma indústria têxtil em Taguaí. Cinco quilômetros antes de chegar ao trabalho, o ônibus e um caminhão bitrem carregado com esterco bateram de frente.

Pelo que restou do ônibus é possível ter uma ideia do tamanho da tragédia. A Polícia Rodoviária explicou que o que aumentou ainda mais o número de mortes foi uma parte da carroceria que se soltou e foi cortando a parte esquerda do ônibus. As pessoas que estavam sentadas naquele lado foram as mais atingidas.

Segundo a Defesa Civil do estado, 40 das 49 pessoas que estavam no ônibus morreram. O motorista do caminhão também não resistiu. O ajudante Dalino José Oliveira Camargo sobreviveu e gravou um áudio falando do acidente:

“Nós estávamos indo na curvinha quando fomos passar um caminhão que estava subindo também. A gente estava na nossa mão, estava subindo na nossa mão. Bem na hora, esse ônibus começou a ultrapassar. O ônibus, tipo na contramão, estava na mão errada dele”.

Mas, para a Polícia Rodoviária, somente uma perícia vai poder dizer o que provocou a tragédia.

“Apenas o laudo da polícia científica, bem como o inquérito da Polícia Civil, poderá apontar as causas. Qualquer tipo de conclusão que a gente tire no local pode ser prematura, pode ter informações desencontradas, não condizendo com a realidade”, explicou o capitão Daniel Demétrio, da Polícia Rodoviária de São Paulo.

O acidente mobilizou hospitais de quatro cidades da região de Avaré. Segundo a polícia, há dez feridos, alguns em estado grave. A Artesp, agência que regulamenta o transporte no estado de São Paulo, informou que a empresa Star Viagem e Turismo não tinha autorização para fazer esse tipo de serviço.

Parentes que não encontraram o nome das pessoas da família nos hospitais foram para o Instituto Médico Legal em Avaré. Na frente do prédio, a cada momento, o desespero. Uma mulher tinha acabado de receber a notícia da morte da irmã. O pai espera notícias do filho de 26 anos.

No meio de tanta angústia por uma notícia, histórias de pessoas com vários parentes que estavam no ônibus.

“Minha sobrinha teve que amputar uma das pernas, minha esposa e o genro vieram a falecer, a filha teve que passar por uma cirurgia também e a outra filha passa bem”, contou o trabalhador rural Dorival Pacheco.

Aos poucos, os parentes vão sendo chamados para identificar as vítimas. A cada confirmação, a tristeza.

A empresa Star Fretamento e Locação declarou que a documentação do ônibus estava em dia e que está prestando auxílio às famílias das vítimas e informações às autoridades para apurar as circunstâncias do acidente.


Fonte G1/vídeo:Youtube



Postar um comentário

0 Comentários