TRANSMISSÃO DO CORONAVÍRUS ESTÁ 'DESCONTROLADA' EM AL, APONTA RELATÓRIO DA UFAL

Nas últimas duas semanas, os casos aumentaram 71,5% em Maceió, aponta relatório

FOTO: AILTON CRUZ

De acordo com os dados, os casos cresceram 43% nas últimas duas semanas no estado

A transmissão do novo coronavírus está em situação de descontrole em Alagoas. A conclusão consta no relatório do Observatório Alagoano de Políticas Públicas de Combate à Covid-19, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal).

 De acordo com os dados, os casos cresceram 43% nas últimas duas semanas no estado.

As datas analisadas coincidem com o fim do primeiro turno das eleições municipais. Em Maceió, a situação é ainda pior. Nas últimas duas semanas, os casos aumentaram 71,5%, saindo de 278 para 477 registros semanais. O relatório pontua ainda que há sete semanas a capital não registra queda no número de óbitos.

 De acordo com os especialistas, considerando que as evidências de controle são verificadas a partir de um período mínimo de quatorze dias de queda nos números de casos e óbitos, eles avaliam a situação de Alagoas. "Entendemos que a situação ao final da 48ª SE apresenta sinais de descontrole da transmissão do novo coronavírus no estado, que, se não for controlada, poderá causar novos aumentos nas próximas semanas", alerta.

 Os estudiosos ponderam ainda que outros indicadores também apontam para uma situação de descontrole na transmissão. "O primeiro é o crescimento da incidência de casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave nas últimas semanas em Alagoas, e o segundo é a evolução do Número Reprodutivo Efetivo relacionado à transmissão do novo coronavírus, que no dia 29 era 1,22, com média móvel igual a 1,09 (14 dias)", citam.


Por: Gazetaweb.com 

Postar um comentário

0 Comentários