ALAGOANA É ATROPELADA E ASSASSINADA A FACADAS PELO MARIDO EM SÃO PAULO

Alagoana é atropelada e assassinada a facadas pelo marido em São Paulo

FOTO: REPRODUÇÃO

Suspeito foi preso horas depois do crime, escondido em uma mata; eles estavam juntos havia 8 anos e moravam em Itajobi havia dois anos


A alagoana Roseane Pereira Rosa e Silva, de 25 anos foi atropelada e assassinada a facadas em Itajobi, cidade do interior de São Paulo. O crime aconteceu próximo ao cemitério da cidade e o ex-companheiro da jovem, também alagoano, é suspeito do homicídio.

Após o crime, o suspeito fugiu do local. Segundo informações da Polícia Civil de Itajobi, uma câmera de segurança registrou o crime. Nas imagens, é possível ver a mulher andando de bicicleta por uma rua, quando o homem passa com um carro por cima dela.

Depois de atropelar a vítima, ele desceu do carro e a esfaqueou diversas vezes. Em seguida, o homem retornou ao veículo, pegou um facão no porta-malas e golpeou novamente a mulher. Uma pedestre que passava pelo local viu a cena do crime.

O resgate chegou a ser acionado, mas a vítima, Roseane Pereira Rosa e Silva, acabou morrendo no local. O veículo utilizado para atropelar a vítima e duas armas brancas foram encontrados próximo à chácara da irmã do suspeito.

O marido da vítima, identificado como Ivamiro Romero, de 35 anos, foi preso horas depois do crime, escondido em uma mata.

O delegado responsável pelo caso, Valdir Baldo Neto, informou ao G1 que o crime aconteceu por volta das 6h da quarta-feira (9). Roseane havia acabado de deixar as três filhas, de 7, 4 e 3 anos, na casa de uma amiga para ir trabalhar.

"Pelas pesquisas que fiz, o suspeito não tinha nenhuma passagem pela polícia. Vou ouvir os familiares da vítima para descobrir as causas do feminicídio. E homem fugiu por uma mata, mas estamos fazendo buscas. Ele vai responder pelo crime de feminicídio, cuja pena vai de 12 a 30 anos."

Roseane e José estavam juntos havia 8 anos e moravam em Itajobi havia dois anos. O Conselho Tutelar foi acionado. Ainda não há informações sobre com quem as filhas do casal ficarão.

A irmã de Roseane, Rosimeire Pereira Silva, contou que o casal estava com problemas e que a vítima estava pensando em separação.

 

Por Yasmin Evangelista *Com informações do G1

Postar um comentário

0 Comentários