CONTRA REESTRUTURAÇÃO, FUNCIONÁRIOS DO BB CRUZAM OS BRAÇOS NESTA SEXTA-FEIRA

Após decisão sobre paralisação, agências bancárias do BB fecharão as portas

Agências bancárias de Maceió e de municípios do interior devem ter atendimentos suspensos por 24 horas

Funcionários do Banco do Brasil vão cruzar os braços por 24 horas, na sexta-feira (29), contra o projeto de reestruturação anunciado pelo governo federal que deve provocar fechamento de pontos e extinção de cargos. A previsão da entidade que representa a categoria é de adesão nos municípios ao movimento, incluindo 18 agências bancárias em Maceió.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Alagoas, Márcio dos Anjos, informou que está confirmado o fechamento de uma agência bancária do Banco do Brasil em um condomínio empresarial em Mangabeiras, em Maceió, e transformação de quatro em Postos de Atendimento Avançado (PAA) nos municípios de Pão de Açúcar, Campo Alegre, Pilar e Porto Calvo.

“Na segunda-feira passada fizemos uma assembleia e mais de 90% dos presentes decidiram pela paralisação. O motivo é essa reestruturação defendida pelo ministro da Economia (Paulo Guedes). Esse projeto está em vigor desde o dia 11 de janeiro, e vai reduzir estrutura e número de empregados”, declara Márcio dos Anjos.

De acordo com publicação do Sindicato dos Bancários de São Paulo, entre 2016 e 2019, o lucro líquido ajustado do BB apresentou crescimento de 122%, passando de R$ 8,033 bilhões em 2016 para R$ 17,848 bilhões em 2019. No mesmo período, o banco fechou 19% das agências e reduziu o quadro de funcionários em 16%.

A paralisação é contra a reestruturação anunciada recentemente pela direção do banco, que prevê fechamento de centenas de unidades, desligamento de milhares de trabalhadores, descomissionamento de funções e a extinção do cargo de caixa, reforça a entidade.

 

Gazetaweb/Regina Aurora de Carvalho

Postar um comentário

0 Comentários