DEPUTADO DANIEL SILVEIRA SE RECUSA A USAR MÁSCARA E XINGA AGENTE DO IML AO FAZER EXAME; VEJA VÍDEO




Deputado se recusou a usar máscara contra Covid-19 ao entrar no local para fazer exame de corpo de delito. Parlamentar foi preso após decisão do STF nesta terça-feira (16)

O deputado federal Daniel Silveira (PSL), preso no fim da noite desta terça-feira (16), dirigiu-se com palavrões a uma funcionária do Instituto Médico Legal (IML). O parlamentar se recusou a usar máscara contra a disseminação da Covid-19 antes de realizar exame de corpo de delito.

Ao entrar no local sem máscara, um homem com distintivo tenta entregar o item ao deputado. André Silveira respondeu que tinha "dispensa" de utilizar o equipamento de proteção. "Aqui dentro não tem dispensa", replica uma mulher. "Olha só, para a nossa proteção e para a sua, mas aqui dentro tem que usar máscara", segue ela. O deputado, então, caminha em direção a um balcão antes de desferir os xingamentos.

O deputado foi preso em flagrante após mandado de prisão expedido pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF). A prisão foi determinada por Moraes após a divulgação de um vídeo nas redes sociais com ataques à Corte.

"Durante 19 minutos e 9 segundos, além de atacar frontalmente os ministros do Supremo Tribunal Federal, por meio de diversas ameaças e ofensas à honra, expressamente propaga a adoção de medidas antidemocráticas contra o Supremo Tribunal Federal, defendendo o AI-5", diz texto da decisão.


Por: Diário do Nordeste

Postar um comentário

0 Comentários