CORPO DE MC KEVIN É LIBERADO; 'NÃO TENHO MAIS FORÇA PARA NADA', DIZ MÃE

MC Kevin morreu após cair do 5º andar de hotel

Funkeiro morreu na noite de domingo (16) depois de cair do 5º andar de um hotel no Rio; polícia investiga se ele tentava pular da sacada para a piscina


O corpo do funkeiro Kevin Nascimento Bueno, o MC Kevin, foi liberado do Instituto Médico-Legal (IML) do Rio por volta do meio-dia desta segunda-feira. Mãe do músico, Valquíria Nascimento chegou às 10h15 para reconhecer o corpo.

MC Kevin morreu na noite deste domingo (16), aos 23 anos, depois de cair do 5º andar de um hotel na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio. A polícia investiga se ele tentava pular da sacada em direção à piscina

Valquíria contou que conversou com o filho às 17h de ontem, cerca de uma hora antes do acidente.

“A última coisa que ele falou para mim foi que me amava. O Kevin era um menino de família, ficou do meu lado a vida inteira”, disse.

“Não tenho mais força para nada, só quero agradecer a Deus por ter me dado ele. Tenho 5 filhos, quatro filhos agora, que ele foi embora”, lamentou a mãe.

O corpo será levado de avião ou helicóptero para São Paulo, onde será velado. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do artista, que ainda não tem os detalhes sobre o local e a data do velório.

Valquíria também fez uma homenagem ao filho nas redes sociais. Ela postou a última foto enviada por ele.

 

"Foi embora um pedaço de mim", escreveu ela.

Valquíria diz que MC Kevin foi seu filho, amigo e homem da casa. "Tá doendo tanto, tanto, mas tanto... Não tenho palavras", desabafou.

A irmã do artista, Ellen Bueno, também se manifestou: "Quando que eu ia imaginar que hoje eu ia perder você?".

 

Funkeiro bateu com a cabeça na borda da piscina


De acordo com informações preliminares, passadas pela Polícia Militar, MC Kevin bateu com a cabeça na borda da piscina após pular da sacada.

A esposa de MC Kevin, a advogada Deolane Bezerra, amigos e a equipe de produção que trabalhava com o funkeiro prestaram depoimento na madrugada desta segunda-feira (17) na 16ª DP (Barra da Tijuca). Alguns já tinham sido ouvidos no hotel.

MC Kevin morava em Mogi das Cruzes, em São Paulo, mas estava no Rio porque tinha feito um show em uma boate em Vila Valqueire, na Zona Oeste, no sábado (15).

Há duas semanas, ele se casou com Deolane em uma praia do México. Os dois estavam juntos no último show do cantor.

O Corpo de Bombeiros disse ter sido acionado às 18h13 para a ocorrência da queda. MC Kevin chegou a ser levado pelos bombeiros em estado muito grave ao hospital Miguel Couto, na Gávea, na Zona Sul, mas não resistiu.

Até este domingo, pouco antes da morte, o artista tinha 8,6 milhões de seguidores no Instagram. Na madrugada de sábado (16) para domingo, ele postou um vídeo em seus stories:

"E aí, família, suave, como que vocês estão? Estou aqui na Barra, partiu show", disse o cantor.

 

Homenagem ao marido


Após a notícia da morte, Deolane fez uma postagem em homenagem ao marido.

"Você é e sempre será o amor da minha vida o amor mais lindo que tive, o homem que mais me amou e me admirou ! Vai com Deus meu menino eu sempre vou te amar !!! "

 

Músicas de sucesso

MC Kevin já lançou músicas com artistas como MC Guimê e Igu, além de diversas outras canções desde seu primeiro lançamento, em 2013. Kevin nasceu na Vila Ede, na Zona Norte de São Paulo.

Conhecido por sucessos como "Cavalo de Troia" e "O menino encantou a quebrada", Kevin tem registrados quase 1,8 milhão de ouvintes mensais no Spotify.

Em 2021, lançou o álbum Fênix. Durante a carreira, fez participações em faixas de diversos artistas, como MC Ryan SP, MC Don Juan, Mc Hariel, Salvador da Rima, NOG e MC Davi.

Um dos maiores sucessos com a voz de MC Kevin é "Vergonha pra Mídia", parceria com outros MC da nova geração do funk consciente de SP, com uma letra combativa sobre a vida na favela.

O funkeiro também se envolveu em algumas polêmicas nos últimos anos. Neste ano, quatro policiais militares se sentiram ofendidos após publicações do cantor em redes sociais.

Em maio do ano passado, o músico foi alvo de uma denúncia de moradores do condomínio onde mora, em Mogi das Cruzes, por ter quebrado o isolamento social de prevenção ao coronavírus.

Em junho de 2019, o músico foi preso em um hotel de Belo Horizonte por consumo de drogas.

 

G1

Postar um comentário

0 Comentários