SARGENTO DA PM É PRESO APÓS ATIRAR EM MOTORISTA DURANTE BRIGA DE TRÂNSITO NA PB; VEJA O VÍDEO!

 


Informações iniciais apontavam que o caso teria ocorrido em Maceió (AL), no bairro da Santa Lúcia


Um sargento da Polícia Militar da Paraíba foi preso em flagrante na quarta-feira (5), após atirar contra um carro, durante uma briga de trânsito, em João Pessoa. O motorista do veículo grvou a discussão e o momento em que o automóvel dele foi atingido.

Informações iniciais que foram colhidas pela reportagem apontavam que o caso teria ocorrido em Maceió (AL), mais precisamente, no bairro da Santa Lúcia, parte alta da cidade.

A vítima, que trabalha como motorista por aplicativo, disse à polícia que tinha acabado de sair de casa quando o suspeito colidiu no carro dele. A batida teria provocado um desentendimento entre eles.

“Esse rapaz aí bateu no meu carro, mostrou a arma pra mim. Ele é policial. Tá tudo gravado aqui. Ele tá todo agressivo vindo pra cima de mim, me agrediu, mostrou a arma pra mim”, disse a vítima enquanto gravava os ataques.

Enquanto o suspeito tentava fugir do local, o celular da vítima perde o foco da gravação e parece cair. Nesse momento, é possível ouvir o som dos disparos. Instantes depois, o motorista mostra as marcas do tiro que foi disparado contra o vidro dianteiro do veículo dele. A parte traseira do carro também foi alvejada.

Motorista de aplicativo relatou que condutor do outro veículo teria "mostrado" uma arma de fogo

A vítima foi atingida de raspão em um braço, socorrida e não teve complicações no quadro de saúde.

Conforme a Corregedoria da PM da Paraíba, o sargento é um guarda militar da reserva. Ele está aposentado e foi reintegrado ao serviço para exercer funções internas.

O corregedor geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Gerônimo, disse que o próprio sargento se apresentou na delegacia para explicar o que aconteceu. No local, ele foi autuado pelo crime de tentativa de homicídio.

“Ele foi ouvido pela autoridade policial, foi autuado em flagrante e chegou agora ao meu conhecimento que já foi conduzido para o 1º Batalhão [da PM]”, informou o coronel.

O sargento passou uma audiência de custódia nesta quinta-feira (6), mas o resultado ainda não foi divulgado.

A Polícia Militar, por meio de sua assessoria de comunicação, disse que independente do resultado, "abrirá procedimento disciplinar para apurar a ocorrência em toda sua extensão".


 Gazetaweb com G1 PB

Postar um comentário

1 Comentários

  1. Independente de quem esteja errado, o cidadão ( Policial), tentou MATAR um cidadão. Pode uma pessoa dessa andar armado? Têm que ir preso sim, vai saber quantas mortes esse cidadão "pode" ter nas costas sem nenhuma impunidade?....

    ResponderExcluir