MUNICÍPIO DO INTERIOR DE AL TEM 79,29% DE FALTOSOS NA 2ª DOSE DA VACINA CONTRA A COVID

Secom Maceió

A atualização dos dados do Laboratório de Estatística e Ciência dos Dados da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) sobre a vacinação contra a Covid-19 no estado mostra que o município de Campo Grande registra o maior percentual de pessoas com a segunda dose de AstraZeneca em atraso. Já a cidade de Piranhas tem o maior número proporcional de munícipes a receber a nova aplicação da Coronavac, além do prazo recomendado.

 

O novo boletim, divulgado nessa quinta-feira (10), mostra também que Alagoas apresentou uma diminuição na quantidade de pessoas atrasadas com as doses. Agora são 42.228 alagoanos que precisam tomar a segunda dose, 2.276 a menos do que a última divulgação do laboratório, no domingo passado.

De acordo com o vacinômetro, somente em Campo Grande, 79,29% da população que recebeu a primeira dose de AstraZeneca não retornou ao ponto de vacinação para ter mais uma vez a aplicação. A cidade do Agreste é seguida por Olho D'Água das Flores (73,82%), Olho D'Água Grande (72,00%), Porto Calvo (71,88%), e Matriz de Camaragibe (71,78%).

Pelo monitoramento de doses da Coronavac é observado que Piranhas, no Sertão alagoano, atinge a maior porcentagem de faltosos. São 41,09% de moradores que não foram imunizados pela segunda vez. As cidades de Barra de São Miguel (37,43%), Porto de Pedras (36,26%), Campo Alegre (33,93%), e Craíbas (28,09%) aparecem na sequência.

Em Maceió, os números percentuais são mais baixos, porém 7.648 pessoas ainda precisam receber a segunda dose. A capital registra 5.457 de ausentes para Coronavac e 2.191 para AstraZeneca, o que representa 5,78% e 15,37%, respectivamente.

Arapiraca, a segunda maior cidade do Estado, por sua vez, mostra que 38,97% da população não tomou a segunda dose de AstraZeneca e 9,09% ainda falta receber a Coronavac de novo. São 3.046 munícipes ao todo, com 1.864 contemplados com a vacina chinesa e 1.182 com o imunizante produzido em Oxford, na Inglaterra, que passaram do prazo.

O vacinômetro também destaca que 281.761 pessoas tomaram a primeira dose de Coronavac e ainda estão dentro do período de 28 dias para receber o imunizante mais uma vez em Alagoas. A tabela mostra ainda que 47.630 pessoas foram vacinadas uma vez com AstraZeneca, e seguem no prazo de 84 dias para tomar novamente o imunizante.

A reportagem do TNH1 tentou contato com a Prefeitura de Campo Grande, para saber a que é atribuído um percentual tão grande de pessoas que não tomaram a segunda dose, mas as ligações não foram atendidas.

 

João Victor Souza/TNH1

Postar um comentário

0 Comentários