ANULAÇÃO DO CONCURSO DA PM/AL DEPENDERÁ DA JUSTIÇA, EXPLICA RENAN FILHO

 

Governador Renan Filho (MDB-AL) - Foto: Assessoria

Certame foi suspenso na semana passado após investigação sobre fraude


O governador Renan Filho (MDB) explicou que a anulação ou não do concurso da Polícia Militar dependerá da Justiça de Alagoas. Ele foi abordado sobre o assunto durante na manhã desta segunda-feira (20), em entrevista coletiva na inauguração da nova Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Maceió.

O chefe do Executivo estadual informou aguardará a conclusão das investigações sobre as possíveis fraudes e que, como o caso foi judicializado, a decisão de anular não ficará apenas a cargo do Governo Estado.

“Espero que a gente encontre um caminho para fazer Justiça, que não permita fraudes e que garanta que os candidatos sejam aprovados se tiverem conhecimento para isso”, afirmou.

O concurso para oficial e soldado da PM/AL foi suspenso na semana passada, após a Polícia Civil iniciar uma investigação sobre possíveis fraudes.

Após a divulgação do resultado um homem foi por desacato durante a comemoração da sua aprovação no certame. Mas, após ser detido, ele informou ter comprado o gabarito do concurso. A Divisão Especial de Investigações e Capturas (Deic) continua investigando outros possíveis envolvimentos.


7 Segundos

Postar um comentário

0 Comentários