DE MÃOS DADAS, CASAL MORRE DE COVID COM APENAS UM MINUTO DE DIFERENÇA

 

Mesmo totalmente vacinados, os dois contraíram Covid-19 durante um acampamento de família


Cal Dunham, de 59 anos, e a esposa Linda, 66, morreram de mãos dadas no domingo (26/9), após complicações do novo coronavírus, que causa a Covid-19. As mortes, segundo familiares, ocorreram com apenas um minuto de diferença.

 Moradores de Grand Rapids, no Michigan (EUA), eles contraíram a doença no início deste mês, mesmo totalmente vacinados, segundo a família.

Segundo a filha, Sarah Dunham, contou ao canal FOX17, eles pegaram a doença durante um acampamento de família. “[Meu pai] me ligou antes de nosso acampamento familiar e disse que não estava se sentindo bem, mas ele achava que era um resfriado”, disse.

No terceiro dia do encontro familiar, o casal resolveu voltar para casa porque ambos não se sentiam bem.

Poucos dias depois, Cal Dunham foi hospitalizado e colocado em ventilação mecânica. A mesma situação ocorreu com Linda.

Imagens divulgadas pela família mostram as mãos dos dois unidas no momento da morte. Cal faleceu às 11h07, e sua esposa o seguiu, às 11h08, segundo comunicado em uma página do GoFundMe, feita para arrecadar fundos para o funeral.


 Vacinados, mas de risco

Segundo relato de familiares, os dois tinham problemas de saúde subjacentes, que não foram especificados por eles, e eram considerados do grupo de risco.

Segundo o Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês), pessoas com sistema imunológico comprometido de forma moderada a grave são especialmente vulneráveis à Covid-19.

Mesmo com as duas doses da vacina, eles ainda podem ser incapazes de construir o mesmo nível de imunidade que pessoas totalmente saudáveis.

 

 

Metrópoles

Postar um comentário

0 Comentários