DESODORANTE EXPLODE E MULHER FICA COM 40% DO CORPO QUEIMADO, EM GOIÁS

Foto/Arquivo Pessoal

Uma professora de 59 anos teve cerca de 40% do corpo queimado depois que um frasco de desodorante explodiu na fazenda da família dela, em Trombas (GO), a 416 km de Goiânia.

 

Marlene Moreira contou ao UOL que ela e o marido estavam queimando lixo na propriedade, que não é atendida por coleta pública, quando o incidente ocorreu, no domingo (24).

"Habitualmente nós fazemos isso, colocamos fogo no lixo doméstico; estava previsto pra gente ir embora hoje, aí no domingo à tarde meu marido falou assim: 'Bem, vamos colocar fogo no lixo? Já fica pronta'. Aí eu peguei o fósforo, ele colocou o fogo e saiu correndo pra desligar a caixa d'água que estava derramando e eu fiquei no fogo juntando tudo pro fogo subir mais rápido e o recipiente do desodorante que eu joguei lá ele 'meio' ainda, porque estava vencido, então eu joguei fora" .Marlene Moreira, professora.

Após o incidente, ela conta que a dor foi tremenda, que ficou 20 minutos embaixo do chuveiro, recorreu a aplicação de babosa e compressas antes de pegar a estrada e enfrentar uma viagem de 400 km até o Hospital de Queimaduras de Anápolis, onde segue sob observação para tratar os ferimentos de segundo grau.

"Todos os dias eu vou pro centro cirúrgico e sou sedada, pra fazer limpeza. Tenho sofrido dores horríveis, mas doer mesmo, que eu quase morri de dor, foi assim que explodiu e quando eu fiquei na ducha. Na viagem também, andar 400 km toda queimada", conta.

Ainda não há previsão de alta para Marlene, que se diz arrependida de não ter tido mais cuidado com a condução dos descartes. "O conselho que eu tenho a dar é que as pessoas selecionem o lixo, porque eu joguei tudo lá, jamais pensei nisso e aconteceu essa tragédia, é muito perigoso".

O desodorante em questão, do tipo aerossol, representa alguns riscos e demanda cuidado, do manuseio ao descarte. O conteúdo, em geral, está sob pressão e tem compostos químicos inflamáveis. Os fabricantes alertam que as embalagens não devem ser expostas ao calor e que o descarte deve ser feito com o recipiente já vazio

UOL

Postar um comentário

0 Comentários