CHUVAS DEIXAM 18 MORTOS E 16 MIL DESABRIGADOS NO SUL DA BAHIA

Imagem: Divulgação Jornal da Record


Enchentes afetaram mais de 430 mil pessoas, de acordo com estimativas da Defesa Civil do Estado, e deixaram quase 20 mil pessoas desalojadas


O governo da Bahia confirmou que já há 18 mortos em decorrência das fortes chuvas que atingem o Estado. O governador da Bahia, Rui Costa, declarou que são 30 as cidades alagadas – os municípios mais atingidos na região Sul são Ibicaraí, Itajuípe, Itapitanga, Coaraci, Camamu, Canavieiras, Igrapiúna, Itacaré, Maraú, Una, Uruçuca, Itambé, Itororó, Itapetinga, Acatiba.

De acordo com a Defesa Civil do Estado, a partir de dados repassados pelos municípios e somados pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil da Bahia (Sudec), são 16.001 desabrigados pela chuva; 19.580 desalojados, dois desaparecidos e 18 mortos.

A divulgação dos números ocorreu durante reunião de monitoramento e alinhamento, realizada na base de apoio às vítimas das chuvas, montada em Ilhéus, na região Sul, no fim da tarde deste domingo (26).

A população total afetada, segundo a Defesa Civil, é estimada em 430.869 pessoas. Participaram da reunião o governador Rui Costa, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Adson Marchesini, o superintendente da Defesa Civil do Estado, coronel Carlos Miguel de Almeida filho, e outras autoridades e representantes dos órgãos de apoio e socorro às cidades afetadas.

A Bahia tem, neste momento, 72 municípios em situação de emergência reconhecida pelo Governo do Estado.

 

Neste contexto, governos municipais, estaduais e federal articulam ações de contenção.

Em entrevista à CNN, o ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o governo federal trabalha em coordenação com o governo da Bahia, gestões municipais e voluntários.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou em suas redes sociais que sua pasta enviaria duas equipes para compor o Centros Integrado de Emergência em Ilhéus, Itamaraju e Itabuna.

O governador da Bahia, Rui Costa, informou que uma força-tarefa com 161 pessoas da segurança pública composta por bombeiros militares da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Norte, Maranhão, Paraíba, Sergipe, além das Policias Militar da Bahia e da Rodoviária Federal, está atuando na Operação no Sul da Bahia.

Há ainda 20 viaturas, 10 aeronaves, oito botes e um barco mobilizados para os resgates.

A prefeitura de Salvador disse que a situação de momento é de alerta máximo, e que as chuvas devem continuar com intensidade fraca a moderada até o fim deste domingo (26).

A gestão municipal também disse que a chuva registrada neste mês, em Salvador, já tem volume seis vezes maior do que o esperado para todo o mês. As precipitações já atingiram 355,8mm na cidade, de acordo com a estação meteorológica de Ondina, contra o volume esperado de 58,1mm.


Por CNN

 

Postar um comentário

0 Comentários