CÃO MORRE SUFOCADO EM CLÍNICA: FUNCIONÁRIO CONFESSA QUE APERTOU COLEIRA PORQUE ANIMAL O ESTRESSOU [VÍDEO]


Foto: reprodução

Um cachorro da raça shih tzu morreu, nesta quinta-feira, 20, em uma clínica veterinária no Barro Duro, parte alta de Maceió, supostamente vítima de negligência, praticada, segundo a polícia, por um funcionário recém-contratado do estabelecimento. O animal foi deixado no local para banho e tosa e estava morto quando os tutores foram buscá-lo.

 

Em um vídeo publicado nas redes sociais (veja abaixo) do delegado de crimes ambientais, Leonam Pinheiro, é possível ver que o homem aperta a coleira do cachorro em pregos na parede, saí da sala e quando volta o cão já está morto por sufocamento. O funcionário, então, confere e dá dois tapinhas na cabeça do animal. Segundo o delegado, ele confessou o crime e disse que apertou a coleira porque o cachorro o estressou.

"Foi o seguinte, eu me estressei com ele porque ele tava baixando a senha. Eu tava levantando e ele não queria levantar", disse o funcionário à polícia. O homem nega, porém, que tenha sido intencional.

 A cena foi registrada por câmeras de segurança e os próprios responsáveis pela clínica chamaram a polícia. O suspeito - que já tem passagem pela polícia - foi preso em flagrante e encaminhado para a Central de Flagrantes. O homem vai responder por de crime de Maus-Tratos Qualificado por ter resultado em morte.



 

 

Redação TNH1/Vídeo: Youtube

Postar um comentário

0 Comentários