HOMEM É LEVADO AMARRADO PARA TOMAR VACINA; CONFIRA COMO FOI ESSA HISTÓRIA



Em tempos de resistência à vacina, tem gente fazendo o possível para garantir que todos se imunizem contra a Covid-19. Em Rio Largo, região metropolitana e de Maceió, uma assistente administrativa não se conformou com o colega de trabalho que não queria tomar a segunda dose da vacina e fez uma brincadeira que acabou viralizando Brasil afora.

 

Nas imagens (vídeos abaixo), gravadas na última quinta-feira, 27, na Unidade Básica Benedito Lopes, dona Ana Andrade, 66, aparece levando um homem amarrado para tomar vacina. Isso mesmo. O vídeo, gravado por uma funcionária, ganhou as redes, mas com algumas informações desencontradas, repercutido num tom de denúncia, onde supostamente dona Ana teria levado o esposo à força para se vacinar. Mas claro, tudo não passou de uma brincadeira com um colega de trabalho, que após resistir, cedeu à brincadeira, e o melhor, seu Cícero Sabino de Oliveira, de 48 anos, saiu do posto de saúde devidamente vacinado e sob aplausos.



Com bom humor, dona Ana contou ao TNH1 o que realmente aconteceu. "Nós trabalhamos numa associação de moradores, e o presidente me pediu pra levar ele e uma outra senhora para tomar vacina. Aí quando vi ele estava tremendo, com medo porque teve reação na primeira dose. Aí eu pedi uma corda, e ele entrou na brincadeira e fizemos essa cena no posto de saúde. Eu sou muito brincalhona, ‘palhaça’ mesmo, gosto de uma resenha, e pra levar ele para se proteger contra a Covid foi mais fácil assim do que se eu fosse só falar sério com ele”, conta dona Ana, comentando também da fama repentina.


Veja mais vídeos AQUI:

 “Foi uma simples brincadeira e quando eu vi já estavam no Instagram, no Tik Tok, espalhado pela internet. De uma hora pra outra estavam todos me ligando, e todo mundo comentando o vídeo", diverte-se.

Para quem resiste à vacina e não tem uma amiga tão disposta assim, dona Ana manda um recado. "Por favor, quem não tomou a vacina, vá tomar. Dá uma reaçãozinha, mas é normal. A vacina é proteção. Se tiver com medo, me chame". Seu Cícero, foi aplaudido (veja vídeo abaixo) e saiu do posto prometendo voltar para a terceira dose, desta vez, sem precisar da insistência da colega.

 

Gilson Monteiro/Produção Filipe Cabral

Postar um comentário

0 Comentários