INCÊNDIO NA GARAGEM DO PALÁCIO DO PLANALTO: NOVOS VÍDEOS MOSTRAM CARROS ATINGIDOS PELAS CHAMAS

Bombeiros controlam incêndio na garagem do Palácio do Planalto, neste sábado (19), em Brasília — Foto: TV Globo/Reprodução


No local ficam veículos da Secretaria de Segurança e Coordenação Presidencial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República. Fogo foi na tarde deste sábado (19).


O incêndio que atingiu a garagem da Secretaria de Segurança e Coordenação Presidencial do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, na tarde deste sábado (19), atingiu, pelo menos, cinco carros (veja vídeos acima e abaixo).

Um vídeo divulgado pelas redes sociais, neste domingo (20), mostra os bombeiros jogando água no espaço onde estavam estacionados vários veículos pretos, que parecem ser carros oficiais. Segundo uma testemunha, que não quer ser identificada, "tecnicamente são carros alugados para servir a Presidência".

A testemunha disse ainda que "a temperatura alta, muito próxima aos carros, chegou a danificar a pintura".

Nas imagens, é possível ver quando alguém retira um dos automóveis, rapidamente. Em meio a chamas altas e muita fumaça, atrás dos carros havia alguns móveis que também foram atingidos pelo fogo.

Veja Novos Vídeos AQUI: 

 

A Presidência da República não havia se manifestado sobre os novos vídeos até a publicação desta reportagem. No sábado, em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República disse que "felizmente não houve feridos, somente perdas materiais que ainda estão sendo contabilizadas".

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal informou que levou cerca de 10 minutos para combater as chamas. Segundo a corporação, apenas um militar da aeronáutica, que ajudou no primeiro combate, inalou fumaça e foi levado para o Hospital das Forças Armadas (HFA) para exames.

Ainda segundo os bombeiros, "há indícios de fenômeno termo elétrico", ou seja, um curto circuito em uma lâmpada pode ter provocado o fogo. A perícia foi acionada para investigar as causas.







Por G1/Vídeos; Youtube

Postar um comentário

0 Comentários