APAGÃO DE DADOS IMPEDE ACOMPANHAMENTO DE VAZÕES INSTANTÂNEAS DA UHE XINGÓ

 

 

Apagão de dados impede acompanhamento de vazões instantâneas da UHE Xingó - Foto: Ilustração InfoSãoFrancisco. Foto: divulgação CHESF


O indispensável serviço que disponibiliza publicamente dados telemétricos com as vazões instantâneas na principal estação do barramento tem sua principal estação fora do ar desde a noite do dia 15, prejudicando o conhecimento das vazões defluentes imediatamente abaixo de Xingó.

 

Desde as 20:00 hs do dia 15 que os dados de vazão da UHE Xingó, mais precisamente da estação 49340080 UHE Xingó Barramento (operada pela CHESF – Companhia Hidro Elétrica do São Francisco) que, ao pé do barramento, produz dados que traduzem a vazão defluente das operações em curso.



Situação de dados disponíveis na estação hoje (18) às 08:55 hs. Reprodução: SNIRHTrata-se de uma estação estratégica uma vez permite o melhor conhecimento das manobras do setor elétrico relacionadas à água destinada ao Baixo São Francisco.

O problema ocorre justamente quando o setor elétrico está mantendo formalmente a Situação de Cheias na Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco, estando os reservatórios de Sobradinho e Itaparica com armazenamentos em 100% e 86,42% (dados dia 14/04) respectivamente. No entanto, a água disponibilizada ao Baixo São Francisco está sendo mantida em níveis baixos, situação que se agrava nos finais de semana e feriados.


Hidrograma da estação Propriá em 15/04. Gráfico: SNIRH



Hidrograma da estação Propriá em 18/04 às 08:00 hs. Gráfico: SNIRH


Deve ser observado que os dados da estação 49705000 (operada pela CPRM – Serviço Geológico do Brasil) Propriá estavam sendo produzidos. No entanto, esta estação, por estar consideravelmente a jusante de Xingó (a cerca de 82 km da foz do rio São Francisco), sofre influência de outros aportes, inclusive de águas subterrâneas, o que “mascara” a vazão real do barramento (esta, determinada pelas regras, restrições e condicionantes da ANA – Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico e do IBAMA – Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

 


 

Página da CHESF sem os dados referentes às vazões. Reprodução: CHESFFoi registrado ainda que no site da CHESF, em sua página Gestão de Recursos Hídricos, da mesma forma não estavam disponíveis as tabelas com as vazões da UHE Xingó.O InfoSãoFrancisco realizou manifestação sobre a ocorrência do problema à ANA que está analisando o caso para a tomada das devidas providências.

No fechamento da matéria a estação 49340080 UHE Xingó Barramento e o site da CHESF ainda tinham problemas, não fornecendo os dados.


Por InfoSãoFrancisco

 

Postar um comentário

0 Comentários