JOÃO DE DEUS CORRE RISCO DE MORRER SE ANEURISMA SE ROMPER, DIZ MÉDICO

Agência Brasil 



O médium João de Deus, acusado de crimes sexuais, foi transferido do presídio de Goiania para um hospital, devido a um aneurisma.

Nesta sexta-feira (22), o médico Alberto Las Casas Júnior afirmou que João de Deus corre risco de ter uma “morte súbita” por hemorragia caso o aneurisma que possui no abdômen se rompa.

Além disso, o cardiologista disse que João de Deus deve ficar em um leito isolado no Instituto de Neurologia de Goiânia. De acordo com o profissional, o quarto já está reservado para o médium.

Como destaca o G1, Alberto avaliou o médium há exatamente um mês na prisão, a pedido dos advogados dele, e emitiu um laudo que embasou decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ) de transferi-lo da cadeia para um hospital.

João de Deus está preso desde o dia 16 de dezembro acusado de crimes sexuais durante atendimentos espirituais. Ele nega as acusações.

por: Justiça ao minuto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

As Mais acessadas da semana (Verdade Livre)